CAO Artístico em prol da inclusão

Primeira apresentação pública envolveu dezenas de utentes dos Centros de Atividades Ocupacionais 17-02-2017 Inclusão e Assuntos Sociais
CAO Artístico em prol da inclusão Utentes de diversos Centros de Atividades Ocupacionais (CAO), sob a orientação dos monitores da Associação Dançando com a Diferença, realizaram quinta-feira, 16 de fevereiro, a primeira apresentação pública do trabalho desenvolvido no âmbito do projeto ‘CAO Artístico - Arte com Mobilidade’.

‘CAO Artístico’ serve de plataforma à criação de seis novos grupos de dança inclusiva, envolvendo os jovens e adultos com necessidades especiais que frequentam alguns dos 11 Centros de Atividades Ocupacionais (CAO) da Região Autónoma da Madeira.

Presente na aula aberta, no auditório do Instituto de Segurança Social da Madeira, a Secretária Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, Rubina Leal, não só defendeu a aposta do Governo Regional em novos projetos orientados para a capacitação dos utentes dos CAO, como também vincou resultados tangíveis junto dos mesmos.

“Um dos formadores, o Telmo, que está hoje aqui a ensinar foi aluno dos Centros de Atividades Ocupacionais”, indicou a governante.

“A inclusão é proporcionar aquilo que todos os outros têm, mas é, sobretudo, trabalhar competências, neste caso, através da arte, da dança e da música.

Nós acreditamos! E o Telmo, agora formador, antes utente é prova do sucesso destes projetos”, continuou.

‘CAO Artístico - Arte em Mobilidade’ é um projeto desenvolvido pela Associação Dançando com a Diferença, em parceria com a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, distinguido pelo Prémio BPI Capacitar 2016.

Durante o ano de 2017, os jovens e adultos com necessidades especiais irão frequentar workshops temáticos de dança, teatro, música, multimédia e produção cénica no âmbito do projeto.

Em 2018 criar-se-á o Centro de Atividades Ocupacionais Artístico.