Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Identidade forjada pela presença secular das plantas

Presidente do Governo visitou ‘As Plantas na Primeira Globalização’, exposição patente no Colégio dos Jesuítas até 2 de abril 05-03-2020 Presidência
Identidade forjada pela presença secular das plantas

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visitou quinta-feira, dia 5 de março, a exposição ‘As Plantas na Primeira Globalização’, promovida pela Ordem dos Engenheiros – Região da Madeira.

Para o Chefe do Governo trata-se de uma exposição magnífica que todos os madeirenses devem visitar, lembrando que, do ponto de vista cultural, a identidade dos madeirenses e porto-santenses foi sendo moldada ao longo dos séculos pela presença de espécies como a bananeira, a cana sacarina entre tantas outras.

Paralelamente, Miguel Albuquerque evidenciou a importância que várias espécies introduzidas na Madeira, aquando do povoamento, tiveram no Novo Mundo.

“Quem queira compreender a História da Madeira, mas, sobretudo a História do Mundo e do que foi a expansão dos portugueses, na chamada primeira globalização, tem que visitar esta exposição, porque, não só retrata, de uma forma muito pedagógica, interessante e atrativa a origem das plantas, que hoje todos conhecemos, como aquilo que estas plantas permitiram do ponto de vista do desenvolvimento do mundo”, considerou Miguel Albuquerque.

A exposição, patente até ao dia 2 de abril, na sala sul do Colégio dos Jesuítas, tem por base a obra ‘A Aventura das Plantas e os Descobrimentos Portugueses’, da autoria do professor catedrático jubilado do Instituto Superior de Agronomia, José Eduardo Mendes Ferrão.

O líder do executivo desafiou a Ordem dos Engenheiros a organizar e a promover uma exposição em torno das Levadas e Poios da Região Autónoma da Madeira.