Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional pioneiro na instalação de ilhas ecológicas

Susana Porada inaugurou a 4ª ilha ecológica no concelho de Câmara de Lobos. 12-05-2021 Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas
Governo Regional pioneiro na instalação de ilhas ecológicas

A secretária regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas esteve hoje no município de Câmara de Lobos onde inaugurou a 4ª ilha ecológica deste concelho.

Junto do presidente da edilidade, Pedro Coelho, a governante fez saber que o Governo Regional tem uma estratégia clara para os resíduos da Região, em conformidade com o estipulado pelas políticas europeias.

“A gestão de resíduos assume um novo paradigma pois são vistos como um recurso, com capacidade para produzir novos materiais, sem extração de matérias-primas primárias”, disse Susana Prada adiantando que só com a separação correta do lixo é que será possível valorizá-lo e aumentar a sua reintrodução nos processos produtivos.

Em 2013 o Governo Regional, através da empresa Águas e Resíduos da Madeira - ARM, foi pioneiro na instalação de ilhas ecológicas na Região e desde então já investiu cerca de 600 mil euros (cofinanciados pelo POSEUR) em 13 ilhas ecológicas nos municípios aderentes (4 em Câmara de Lobos, 3 no Porto Santo, 2 em Machico, 2 na Ribeira Brava e 2 em Santana).

As ilhas ecológicas são contentores subterrâneos de grande capacidade e destinam-se à recolha seletiva dos resíduos.

As ilhas ecológicas são compostas por contentores subterrâneos que se destinam à deposição e recolha de resíduos recicláveis (embalagens de plástico e metal, papel/cartão, vidro) e indiferenciados, em centros urbanos.

A implementação desta infraestrutura decorreu no âmbito da intervenção de requalificação do centro da freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, da responsabilidade do respetivo Município.


Anexos

Descritores