Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Novo Plano de Gestão dos Riscos de Inundação encontra uma Madeira muito mais segura

O plano de 2.ª geração está a ser elaborado com recurso a cartografia de precisão, avaliação do risco de galgamentos costeiros e os dados climáticos mais recentes, pelo que consolidará mais e melhor informação ao serviço da Região.  01-06-2022 Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas
Novo Plano de Gestão dos Riscos de Inundação encontra uma Madeira muito mais segura

Susana Prada realçou que «estamos, hoje,incomparavelmente mais protegidos do que estávamos no 20 de fevereiro». Durante a apresentação dos resultados preliminares dos trabalhos em curso do Plano de Gestão dos Riscos de Inundação de 2.ª geração, a secretária regional de Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas recordou as ações e os investimentos que tornaram a Região um local mais seguro, como o reforço da reflorestação, a consolidação de taludes, a construção de açudes de contenção de carga sólida, a canalização das linhas de água e o melhor funcionamento hidráulico das ribeiras.

 

Quanto ao novo PGRI, a governante sublinhou que o trabalho está novamente na mão dos melhores especialistas e de tecnologias de ponta, nomeadamente cartografia de precisão.

 

No âmbito das alterações climáticas, a ciência demonstra diferentes impactos para diferentes regiões, e sublinha a maior vulnerabilidade das regiões insulares, pelo que os Planos de Gestão dos Riscos de Inundação e as suas revisões se assumem como instrumentos basilares, para o planeamento e a condução das estratégias técnicas, financeiras e políticas mais acertadas.


O PGRI prevê-se que esteja concluído até ao final do ano, altura em que seguirá para a fase de discussão pública.