Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Albuquerque visitou exposição do príncipe Hussain Aga Khan

O presidente do Governo Regional visitou ontem, no Pavilhão de Portugal, a exposição de fotografia do príncipe Hussain Aga Khan, com o nome “Fragile Beauty”, evento que faz parte do programa paralelo da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, que decorre por estes dias em Lisboa. 28-06-2022 Presidência
Albuquerque visitou exposição do príncipe Hussain Aga Khan

Miguel Albuquerque teve oportunidade de – em companhia de Carlos Moedas, o presidente da Câmara de Lisboa – falar com o autor, que é um dos principais fotógrafos mundiais da atualidade, na área do ambiente, nomeadamente o marinho.

A exposição apresenta várias fotos sobre o meio subaquático e o Mar foi tema dominante na conversa entre o governante madeirense e um dos filhos do imã ismaelita Aga Khan, dada a importância que ambos dão à sustentabilidade e à defesa dos Oceanos.

Aga Khan tem aproveitado as suas exposições para defender o Ambiente e esta mostra fotográfica faz um forte apelo à preservação dos oceanos, dando conta das várias explorações subaquáticas que o príncipe Hussain vem realizando em todo o mundo.

O príncipe Hussain Aga Khan é fotógrafo de Natureza, fundador da ONG Focused on Nature e um apaixonado pelos temas do ambiente e da sustentabilidade.

A exposição será apresentada em dois locais – o Centro Ismaili em Lisboa (21 de junho - 27 de julho de 2022) e no Pavilhão de Portugal (27 de junho - 1 de julho de 2022).

Recorde-se que Miguel Albuquerque esteve ontem presente, em Lisboa, em várias das iniciativas que assinalam a Conferência dos Oceanos da ONU 2022, evento que é coorganizado por Portugal e pelo Quénia e que tem os presidentes dos dois países como presidentes da conferência.

A decorrer de 27 de junho a 1 de julho, a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, instalada no Pavilhão de Portugal, é um apelo à ação pelos oceanos – exortando os líderes mundiais e todos os decisores a aumentarem a ambição, a mobilizarem parcerias e aumentarem o investimento em abordagens científicas e inovadoras, bem como a empregar soluções baseadas na natureza para reverter o declínio na saúde dos oceanos.