Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Políticas de futuro viradas para o reforço dos apoios às exportações

Miguel Albuquerque diz que as políticas têm sido e vão continuar a ser muito transparentes. É assim que garantiu políticas de futuro orientadas para o reforço dos apoios às exportações. O que também vai implicar reestruturações orgânicas em determinados departamentos. 30-08-2019 Presidência
Políticas de futuro viradas para o reforço dos apoios às exportações

Miguel Albuquerque diz ser fundamental que as políticas sejam muito claras. E as deste Governo Regional, destacou, sempre o foram. «E nós queremos e vamos continuar com políticas de redução fiscal, com políticas de devolução de rendimentos e de facilidade de investimento para os nossos empreendedores», prometeu.

O presidente do Governo Regional falava nesta sexta-feira de manhã, durante a entrega dos pagamentos do IDE, que decorreu no salão nobre do Governo Regional. Uma oportunidade para recordar que quando foi anunciado que havia condições para crescer economicamente, para fazer a redução fiscal para as famílias e para as empresas e que se tudo iria fazer tudo para a Região ter um saldo positivo na balança comercial, muitas pessoas ficaram céticas.

«Diziam que não iríamos conseguir ter saldo comercial positivo, mas a verdade é que pelo terceiro ano consecutivo o conseguimos. Ou seja, exportamos mais do que importamos», destacou.

Tudo isto significa que, acrescentou, «todas as políticas no futuro têm de ser orientadas, aliás já estão a ser orientadas no sentido de garantir um reforço exponencial do apoio às exportações».

E isso, anunciou, «vai obrigar a que organismos que fazem parte do quadro do Governo sejam alterados na sua orgânica, para garantir maior eficácia e maior peso em termos governamentais».

«Por exemplo, a InvestMadeira vai deixar de ser uma agência para ser uma direção regional, com peso dentro do Governo, não só para captar investimento mas também para apoiar os empresários locais nos seus processos de produção, exportação e monitorização da nossa economia», concluiu.


Anexos

Descritores