Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Miguel Albuquerque enaltece novo núcleo do Conservatório da Madeira no Caniço

Miguel Albuquerque visitou hoje as novas instalações do Conservatório da Madeira no Caniço, localizadas na Estrada do Garajau. O presidente do Governo Regional mostrou-se muito satisfeito com a nova sede, sublinhando, por mais de uma vez, a importância do ensino artístico na educação dos jovens. 20-09-2021 Presidência
Miguel Albuquerque enaltece novo núcleo do Conservatório da Madeira no Caniço

Recorde-se que o Conservatório procedeu ao arrendamento de uma casa, na Estrada do Garajau, nº 37, com dois pisos, tendo as obras decorrido a expensas do senhorio. O aluguer é da responsabilidade da Secretaria da Educação e permite melhores condições para os professores, funcionários e alunos que frequentam o núcleo

Trata-se de um edifício com 2 pisos. Dispõe de 8 salas de aulas preparadas para os vários tipos de instrumento (piano, cordas, sopros, percussão e sala para classes de conjunto e audições escolares). E ainda de espaços para secretariado e cozinha de apoio e três casas de banho.

No Núcleo do Conservatório do Caniço estão inscritos 77 alunos, um número que, conforme sublinhou o presidente do Conservatório da Madeira, aos jornalistas, «tem agora potencialidade para aumentar, atendendo a que agora existem mais salas (o triplo)».

Sublinhe-se que, desde o início da instalação deste Núcleo, há 21 anos, o Conservatório esteve a usar um pequeno apartamento cedido pela Câmara Municipal de Santa Cruz, com 4 pequenas salas.

Durante os últimos 4 anos tudo foi feito para se conseguir outras instalações, o que agora se veio a concretizar.

Com este edifício as condições são agora consideradas muito boas e permitiram abrir outras ofertas formativas, como a percussão e alguns instrumentos de sopro que anteriormente era impraticável ensinar.

Por tudo isto, Carlos Gonçalves diz que as perspetivas apontam para cerca de 100 alunos no próximo ano.


Anexos

Descritores