Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Unidos para “Plantar o Futuro”

SRE, SRA, La Vie e JM em parceria que visa a consciencialização ambiental. 31-01-2020 Educação, Ciência e Tecnologia
Unidos para “Plantar o Futuro” As Secretarias Regionais de Educação, Ciência e Tecnologia, e do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, o Centro Comercial La Vie e o JM celebraram, quinta-feira (30 de janeiro), um protocolo de cooperação tendo em vista a realização da segunda edição do “Plantar o Futuro”.
 
O projeto do Governo Regional visa, no âmbito da Educação Ambiental, a recuperação florestal de áreas degradadas, nomeadamente as áreas afetadas pelos incêndios, e respetiva biodiversidade, bem como a ampliação da área de floresta nativa, a par do incremento do conhecimento, da consciencialização e consequente responsabilização individual ao nível do Património Natural da Região Autónoma da Madeira (RAM) e sua salvaguarda, bem como do fortalecimento do movimento de cidadania ativa.
 
Para o secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, a consciencialização ambiental é fator preponderante no projeto. «Quando falamos de formar os nossos jovens, falamos de uma formação integral, que vai desde o desporto às artes, ao conhecimento científico, mas também às questões ambientais, que são tão importantes e estão na ordem do dia nas preocupações mundiais. Por isso, fazia todo o sentido desenvolver um projeto que, aliando essa consciência ambiental nos alunos, pudesse também contribuir para a reflorestação», sublinhou o governante, relevando o protocolo estabelecido. «As parcerias dão dimensão, credibilidade e visibilidade aos projetos e a SRA, La Vie e JM dão ao “Plantar o Futuro” sustentabilidade e visibilidade junto da opinião pública, que é necessária e importante.»
 
O Administrador do Grupo Wider Property, Luís Loureiro, manifestou satisfação pela integração do La Vie na parceria. «Estamos com este projeto a edificar formas de estar e de agir que garantam que, mais do que um discurso agradável, se mude práticas e hábitos e se crie alicerces para que os mais jovens, e não só, tenham respeito e preocupação ambientais diárias e se contribua para a preservação do planeta», salientou.
 
Já o Administrador da Empresa Jornalística da Madeira, António abreu, considerou o projeto muito importante. «Enquanto empresa de comunicação, sentimos que temos uma responsabilidade social acrescida, e a causa ambiental merece toda a nossa colaboração na amplificação de todo o trabalho feito nas nossas serras», observou.
 
Por seu turno, o Presidente do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, Manuel Filipe, considerou que o envolvimento dos alunos é determinante no processo de reflorestação. «É um trabalho que ultrapassa uma geração, leva décadas, pelo que ter os jovens neste projeto é o garante da continuidade que constituirá o sucesso deste projeto», concluiu.
 
O “Plantar o Futuro” envolve cerca de dois mil alunos do 10.º ano de escolaridade de todas as escolas secundárias da RAM, em ações de plantação nas serras da Madeira e do Porto Santo.