Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Manuais digitais chegam a 300 alunos do 7.º ano

Concelhos da Calheta, Ribeira Brava e São Vicente abrangidos pelos tablets. 15-09-2020 Educação, Ciência e Tecnologia
Manuais digitais chegam  a 300 alunos do 7.º ano

O secretário regional de Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, visitou, segunda-feira (14 de setembro), a Escola Básica e Secundária com Pré-escolar da Calheta e a Escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares (Ribeira Brava).

 

Para além dos habituais votos de bom ano letivo àquelas comunidades educativas, Jorge Carvalho inteirou-se da resposta dos alunos das turmas do 7.º ano de escolaridade que, neste ano letivo, integraram o projeto de digitalização das aprendizagens, fruto de uma parceria entre o Governo Regional e as autarquias da Calheta, da Ribeira Brava e de São Vicente. Na oportunidade, o governante fez-se acompanhar do diretor do Centro de Multimédia da Porto Editora, Rui Pacheco, e do manager na Samsung Eletrónica Portuguesa, Nuno Almeida, parceiros da SRE neste projeto, que aproveitaram para retirar ilações e tomar apontamentos sobre a interação dos alunos com o equipamento disponibilizado.

 

Se no estabelecimento de ensino da Calheta os rostos dos alunos mostravam alguma surpresa e regozijo no manuseamento do tablet, na Ribeira Brava o sentimento dos jovens parecia ser sobretudo de expectativa, não apenas pelo equipamento recebido, mas também pelo facto de o novo edifício escolar ser uma realidade palpável.

 

O presidente da autarquia ribeira-bravense, Ricardo Nascimento, incentivou os alunos a aproveitar as novas valências. «Estamos preocupados com o vosso sucesso, queremos que sejam grandes homens e mulheres no futuro e, por isso, fazemos este investimento em vocês, em parceria com o Governo Regional. Só há alunos de três concelhos na Madeira com manuais digitais no 7.º ano e vocês são alguns deles; aproveitem esta nova ferramenta. Dentro em breve terão também uma nova escola e é esta qualidade de ensino que pretendemos que vocês tenham para, no futuro, estarem à vontade para alcançarem aquilo que quiserem», sublinhou o autarca.

 

No ano letivo 2020/2021, o projeto de digitalização das aprendizagens abrange todo o 2.º ciclo (5.º e 6.º anos de escolaridade) da RAM, num total de 4395 alunos, mais 309 alunos do 7.º ano de escolaridade dos concelhos da Calheta (EBS/PE da Calheta), Ribeira Brava (EBS Padre Manuel Álvares e EB23 Cónego João Jacinto Gonçalves de Andrade) e São Vicente (EBS Dona Lucinda Andrade).