Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

1 200 jovens participaram nas sessões de divulgação do programa de emprego ‘Ejovem’

Candidaturas ao programa “eJovem” encontram-se abertas até ao dia 31 de maio. 22-04-2022 Inclusão Social e Cidadania
1 200 jovens participaram nas sessões de divulgação do programa de emprego ‘Ejovem’

Cerca de 50 jovens marcaram presença no auditório da Casa do Povo de Santa Cruz, para a sessão de divulgação do mais recente programa de emprego do Instituto de Emprego da Madeira (IEM), intitulado ‘Empreender Jovem – eJovem’.

 

Como forma de promover o espírito empreendedor dos jovens em situação de desemprego, com idade compreendida entre os 18 e os 29 anos, o Governo Regional criou, em março deste ano, um novo programa de emprego, o “Empreender Jovem – eJovem”, com o objetivo de proporcionar a estes jovens os conhecimentos e competências necessárias à concretização de um projeto pessoal.

 

Recorde-se que o programa “eJovem” prevê uma formação teórica de 180 horas na área da gestão, que se vai de, que se desenvolve ao longo de 2 meses, contemplando módulos considerados de importância vital para o sucesso do projeto, tais como Competências empresariais do empreendedor, Qualidade e inovação, Gestão de recursos humanos, Cálculo financeiro, Marketing, Elaboração de um projeto de investimento, entre outros.  Além da formação teórica, o programa prevê também um apoio financeiro aos projetos de investimento, que apresentem viabilidade técnica, económica e financeira.

 

A Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Rita Andrade, marcou presença nesta sessão de divulgação em Santa Cruz, e na ocasião, procedeu a um balanço das 21 sessões que decorreram ao longo desta semana, em toda a Região.

 

“Chegámos a mais de 1 200 jovens e sentimos que este novo programa de emprego, pela sua componente formativa, que o distingue de outros programas de emprego na área do empreendedorismo, será muito importante junto destas faixas etárias, pois, nestas idades, não têm ainda muita experiência profissional e precisam de conhecer, na retaguarda, áreas fundamentais para a sua atividade profissional, nomeadamente, legislação laboral, contabilidade, marketing, comunicação, entre outros”.

 

A Secretária Regional revela ainda que “o objetivo é que, com estes dois meses de formação, os jovens que se candidatam ao programa “eJovem” estejam aptos a conhecer a realidade por detrás da criação de uma empresa e como tornar o seu crescimento sustentável. São dois meses de formação muito importantes pois são conhecimentos que ficam e que vão levar consigo sempre. São jovens, têm ideias e sentimos que estes programas de emprego de empreendedorismo podem fazer a diferença”.

 

O apoio financeiro previsto pelo programa corresponde a 12 vezes o Indexante dos Apoios Sociais (IAS),  ou seja, 5 318,40 €, por cada posto de trabalho criado, até um máximo de 4 postos de trabalho, com majorações para projetos criados por desempregados de longa duração ou beneficiários do Rendimento Social de Inserção – RSI (10%), desempregados de muito longa duração (20%), desempregados com deficiência ou incapacidade (30%).

 

Existem ainda majorações, acumuláveis entre si, para projetos no âmbito da economia azul, verde ou circular (10%), projetos na área tecnológica (10%) e projetos localizados em concelhos com população residente abaixo dos 15 mil habitantes (10%).

 

O plano de investimento associado à criação de emprego pode ter um acréscimo até mais 15 vezes o IAS (6 648,00 €) por cada posto de trabalho, desde que aplicado em despesas consideradas elegíveis.

 

“Isto significa que o programa “eJovem” pode significar um apoio de cerca de 60 mil euros, para um máximo de 4 postos de trabalho, na criação de um novo projeto, o que é um valor muito importante para os jovens empreendedores e que constitui uma grande ajuda no alavancar de um novo projeto empresarial”, refere Rita Andrade, salientando que a diferença entre este e outros

 

Recorde-se que as candidaturas ao programa “eJovem” se encontram abertas até ao dia 31 de maio e podem realizar-se mediante preenchimento de formulário que se encontra no sítio do IEM, em:  https://www.iem.madeira.gov.pt/programas/ejovem/.

 


Anexos

Descritores