Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Nenhuma sociedade pode crescer sem pessoas

Vice-presidente defende que é preciso reforçar as políticas públicas de proteção às famílias e as medidas que permitam conciliar a vida familiar com o trabalho. 28-07-2021 Finanças
Nenhuma sociedade pode crescer sem pessoas

Perante os números preliminares dos Censos 2021, apresentados esta manhã em conferência de imprensa, e que demonstram uma redução da população nestes últimos 10 anos, quer no país, quer na Região, o vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, defende que é preciso reforçar as políticas públicas de proteção às famílias e as medidas que permitam conciliar a vida familiar com o trabalho.

De acordo com o vice-presidente, o Governo Regional está ciente dos dados que demonstram que o número de nascimentos não compensa o número de óbitos, pelo que já foram tomadas várias medidas com o objetivo de reforçar a natalidade (como a criação do kit bebé, a redução da mensalidade das creches, o apoio social ao material escolar, o Programa Estudante Insular, a diminuição da carga fiscal tendo em vista o aumento do rendimento das famílias, entre outros), mas face a estes últimos resultados será necessário reforçar as políticas públicas de proteção às famílias e as medidas que permitam conciliar a vida familiar com o trabalho.

“Nenhuma sociedade pode crescer sem pessoas. Há um caminho longo a percorrer. Neste sentido, há políticas que estão já a ser definidas, sendo que, por exemplo, a Madeira foi a região que mais verbas inseriu no Programa de Recuperação e Resiliência em termos de habitação social, sobretudo para apoiar os nossos jovens que querem iniciar os seus projetos de vida”, salientou o governante, realçando a importância dos censos para a tomada de decisões governamentais.