Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque quer questões da fiscalidade discutidas em breve

Presidente do Governo recorda que a par de outros fatores – mão-de-obra qualificada, centros de investigação – a baixa fiscalidade é fundamental para a competitividade da Região 04-11-2021 Presidência
Albuquerque quer questões da fiscalidade discutidas em breve

O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, disse que a fiscalidade é uma questão que deve ser discutida muito em breve, por se tratar de um dos fatores que pesam na fixação de empresas e na captação de capitais num mundo em mudança muito acelerada.

A posição do Chefe de Governo, expressa hoje, na conferência "A Tributação do Setor do Turismo”, integrada na cerimónia de constituição da Secção Regional da Madeira da Associação Fiscal Portuguesa, não se circunscreveu à baixa fiscalidade.

O líder do Executivo vincou que a competitividade da Madeira no mercado global, na fixação de empresas e captação de capitais depende igualmente da capacidade de formar e assegurar mão-de-obra qualificada e a existência de centros de investigação e a possibilidade de desenvolvimento de parcerias neste último campo.

Ainda no âmbito da discussão da fiscalidade, Miguel Albuquerque indicou não existir fundamento lógico para que o diferencial fiscal entre a região autónoma e o Continente esteja limitado a 30%.


Anexos

Descritores