Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Governo Regional e Orquestra Clássica da Madeira proporcionam concerto aos moradores do Bairro Nova Cidade

Como forma de enaltecer e agradecer a compreensão demonstrada pelos moradores do Bairro Nova Cidade durante os 14 dias de cerca sanitária a que foram sujeitos na sequência dos casos de COVID-19 detetados entre os moradores, no final de abril, o Governo Regional e a Orquestra Clássica da Madeira decidiram proporcionar um concerto, que decorreu este sábado, dia 30 de maio, pelas 18h, e contou com a presença da Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar. 31-05-2020 Inclusão Social e Cidadania
Governo Regional e Orquestra Clássica da Madeira proporcionam concerto aos moradores do Bairro Nova Cidade
A iniciativa teve como palco a zona exterior do complexo habitacional e visou proporcionar um momento musical simbólico de confraternização entre os moradores do bairro social, que assistiram ao concerto a partir das varandas das suas habitações, de forma a manter as medidas de distanciamento e proteção recomendadas, prevenindo-se deste modo aglomerados de pessoas, condição primordial para a realização do evento, em cumprimento das medidas em vigor para a prevenção e contenção da COVID-19.
 
O concerto foi uma iniciativa realizada no âmbito do projeto “Orquestra Solidária”, da ANSA/Orquestra Clássica da Madeira, e teve como objetivo enaltecer o sentido cívico e de responsabilidade social demonstrada pelos moradores do Bairro Nova Cidade, em Câmara de Lobos, sujeitos a medidas mais restritas de confinamento devido à cerca sanitária de que foram alvo.
 
Augusta Aguiar, Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania realça que “O Governo Regional, desde o início, procurou atenuar os efeitos desta medida na população da freguesia de Câmara de Lobos, absolutamente necessária, na data em que foi tomada, para a contenção da disseminação da COVID-19. Foi garantida toda a proteção social dos habitantes da freguesia no período em que durou a cerca sanitária."
Reforçou ainda que “O Governo Regional continuará a manter as suas ações de proximidade com as famílias residentes nos vários complexos habitacionais geridos pela IHM, EPE-RAM, com as devidas adaptações à realidade atual, das quais a presente iniciativa é exemplo.”
 


Anexos

Descritores