Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

“O nosso objetivo é encontrar as melhores soluções e adaptá-las consoante a conjuntura económica e social”, diz Rita Andrade

Foi com praça cheia que o Mercado do Estreito de Câmara de Lobos recebeu, ontem, a 9.ª edição do “Cantar as Janeiras”. 09-01-2023 Inclusão Social e Cidadania
“O nosso objetivo é encontrar as melhores soluções e adaptá-las consoante a conjuntura económica e social”, diz Rita Andrade

Ao longo das várias edições realizadas, tem sido registada uma adesão cada vez maior a este evento, sendo já considerado uma das maiores atrações do concelho, no início do ano.

  

A Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, que esteve presente em representação do Governo Regional, começou por relevar a adesão em massa a este evento, destacando ainda o trabalho extraordinário que as Casas do Povo desenvolvem junto da população local.

 

Este ano, o programa contemplou atuações da TUMa - Tuna Universitária da Madeira, Grupo de Folclore da Casa do Povo de Santa Cruz, Grupo Coral e Etnográfico "O Brinquinho" da Casa do Povo do Caniço, um Mega Bolo Rei com 40 metros, que foi  distribuído por todos os presentes, bem como as atuações do Grupo Amigos da Música e do Artista Miro Freitas. A finalizar a noite, houve a atuação do DJ SIL.

 

Este evento é dinamizado pela Casa do Povo do Estreito de Câmara de Lobos, com o apoio do Governo Regional, através da Secretaria Regional de Inclusão e Cidadania, do Município de Câmara de Lobos, da Junta de Freguesia do Estreito de Câmara de Lobos e da ACRE – Associação Cultural e Recreativa do Estreito.

 

PROAGES veio alterar o paradigma dos apoios sociais

O Governo Regional, através da Secretaria Regional de Inclusão Social e Cidadania, avançou, em 2022, com a criação de uma ferramenta de apoio excecional à classe média, com vista à comparticipação das despesas mensais fixas dos agregados familiares, nomeadamente água, luz, gás, telecomunicações e combustíveis. Trata-se do PROAGES - Programa de Apoio à Garantia de Estabilidade Social. Apoio que se mantém em 2023. Em entrevista ao “Canal na Minha Terra”, Rita Andrade destacou a alteração do paradigma no que toca aos apoios sociais.

 

“Temos feito uma forte aposta na área social. Estamos no início do ano. Será um ano desafiante mas, acima de tudo, queremos passar uma mensagem de confiança, até porque temos alguns programas de apoio no terreno, como é o caso do PROAGES”.

 

A Secretária Regional, deu como exemplo o investimento feito no concelho de Câmara de Lobos – “um dos concelhos com maior densidade populacional da Região” - em que são já 300 as famílias apoiadas através deste programa.

“Trata-se de um apoio que pode ir até os 80 euros mensais e que veio alterar o paradigma, na medida em que sentíamos que a classe média não tinha acesso a um programa de apoio especificamente direcionado a esta franja da população, ainda por mais nesta fase de aumentos dos custos agravados devido à inflação.  Existem outros apoios destinados a pessoas com maior vulnerabilidade, em que podem sempre recorrer a apoios concedidos através da Segurança Social. O nosso objetivo é encontrar as melhores soluções e adaptá-las, de acordo com a conjuntura económica e social. É para isso que trabalhamos diariamente e vamos continuar a fazê-lo”, concluiu.


Anexos

Descritores