Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Uma resolução esperada há três anos

Miguel Albuquerque congratula-se com aprovação da revisão do subsídio social de mobilidade na Assembleia da República, mas recorda que a Região e os residentes esperaram 3 anos pela disponibilidade do governo socialista 19-07-2019 Presidência
Uma resolução esperada há três anos

Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, congratulou-se com a votação favorável na Assembleia da República, sexta-feira, 19 de julho, sobre a proposta do PSD-M, aprovada na Assembleia Legislativa da Madeira, relativa à revisão do subsídio social de mobilidade, com o objetivo de permitir aos residentes na região autónoma o pagamento de 86 euros nas deslocações ao território nacional.

Na ocasião, embora considerando tratar-se de uma “boa” resolução, o líder do executivo madeirense lembrou estarmos perante um dossier em que a Região aguardava há três anos uma resposta da República, razão que levou o governante a indagar: “porque só agora o PS se dispôs a aprovar?”
Uma questão retórica com resposta “óbvia”: “por que há eleições”.

Quanto a uma solução prática para a aplicação da resolução – o residente suportar apenas os 86 euros, aquando da aquisição da viagem – Miguel Albuquerque disse que o modelo da Medida Estudante Insular, iniciativa do Governo Regional, que permite, desde finais de 2018, que as famílias de jovens estudantes universitários paguem apenas 65 euros por viagem ida e volta, é uma boa solução a aplicar aos residentes.


Anexos

Descritores