Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Cortejo etnográfico com número recorde de participantes

Presidente do Governo satisfeito com participação das escolas, associações e a população em geral no cortejo. Miguel Albuquerque relevou ainda tratar-se de um ano com uva de muito boa qualidade, salientando o facto de as casas de Vinho Madeira terem já assegurado a aquisição de toda a uva produzida 10-09-2022 Presidência
Cortejo etnográfico com número recorde de participantes

«É o cortejo com maior número de participantes. À semelhança dos eventos como a Festa da Flor e outros eventos, que têm sido popularizados pela própria Promoção Turística, o segredo é a população participar, as escolas, as associações. E, na verdade, este ano foi o ano com maior adesão.»

As palavras do Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, na manhã deste sábado, enquanto assistia ao Cortejo Etnográfico, que juntou este ano cerca de 800 participantes, integrando cerca de duas dezenas de grupos.

Momentos antes de subir ao palco, para a sua intervenção, o Chefe do Governo acrescentou tratar-se de um ano com uva de muito boa qualidade, sendo que as casas de Vinho Madeira já asseguraram o escoamento de toda a produção, dispensando, assim, a intervenção do Governo Regional.

A Festa das Vindimas do Estreito de Câmara de Lobos releva a importância daquela freguesia, onde se produz cerca de 50% da uva que dá origem ao Vinho Madeira.

Parte integrante do programa festivo, que integra o cartaz turístico da Região, é a oportunidade dada aos visitantes, em particular turistas de experimentarem a apanha da uva nos terrenos traçados em estreitos socalcos em vertentes acidentadas, cuja beleza e atratividade paisagística é também indissociável das vinhas.

Os visitantes têm igualmente a oportunidade de experienciarem a pisa e repisa da uva em lagar típico.

O Estreito orgulha-se deste seu património, sendo que o releva desde 1979, através desta mesma festa, sendo, assim, a mais antiga celebração das Vindimas e do Vinho Madeira na Região Autónoma.


Anexos

Descritores