Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

“Ponta do Sol em Festa" inclui congresso, exposição, concerto e anúncio do vencedor do Prémio alusivo ao autor

3 dias em festa em homenagem a John Dos Passos 05-09-2019 Secretaria Regional do Turismo e Cultura
“Ponta do Sol em Festa" inclui congresso, exposição, concerto e anúncio do vencedor do Prémio alusivo ao autor

Na próxima semana, entre os dias 11 e 13 de setembro, o Projeto “Ponta do Sol em Festa” inclui diversas iniciativas que, integradas nas Comemorações alusivas aos 600 Anos, se centram, sobretudo, em torno da Vida e Obra de John Dos Passos, um grande escritor norte-americano que tem raízes precisamente no concelho da Ponta do Sol.  Uma programação que foi apresentada, esta manhã, em Conferência de Imprensa, pela Secretária Regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço.

Um Projeto que inclui, como ponto alto, a realização do Congresso Internacional John Dos Passos, sobre a “Vida e Obra” do autor, a decorrer no Auditório do Centro Cultural John dos Passos, nos dias 12 e 13 de setembro, onde se destaca a presença de Lucy Dos Passos Coggin, filha do escritor e de Aaron Shaheen, orador dos EUA, especialista em John Dos Passos e professor George C. Connor, de Literatura Americana na Universidade do Tennessee. Destacam-se, igualmente, as intervenções de oradores e investigadores regionais e nacionais e a exibição do Documentário “The Odyssey of John Dos Passos” (filme de 1994), num Congresso que é de entrada livre e que tem tradução em simultâneo.

“Não temos dúvidas de que a realização deste Congresso vem afirmar a ligação de John Dos Passos à Madeira, concretamente à Ponta do Sol, assim como vem reforçar os laços históricos e culturais entre a Madeira e os Estados Unidos, ao mesmo tempo que estamos, também, a promover a investigação e o conhecimento, nesta área”, disse, na ocasião, a governante, acrescentando que “é fundamental que se reforcem estas ligações aos Estados Unidos, um mercado que a vários níveis e, nomeadamente, do ponto de vista turístico, apresenta grande potencial”.

Durante o Congresso será também anunciado o vencedor do Prémio Literário John Dos Passos, no final dos trabalhos, a 13 de setembro. “Em boa hora, o Governo Regional recuperou o Prémio John dos Passos, uma excelente forma de homenagear este grande escritor mas, também, um importante incentivo à produção literária”, reforçou a Secretária Regional, lembrando que o valor do referido Prémio é de 7.500,00 (sete mil e quinhentos euros) e que,  nesta 4ª edição, a Modalidade escolhida foi o Ensaio – Ensaio Histórico ou Literário, uma vez que o autor foi também um notável ensaísta. A próxima edição, a 5ª, será na categoria de Prosa de Ficção.

Também integrada no Projeto “Ponta do Sol em Festa” surge a realização, a 12 de setembro, pelas 21.00 horas, no Largo da Restauração, no Funchal, do Concerto de Homenagem a John Dos Passos. Um concerto já realizado, com sucesso, na Ponta de Sol, que tem a particularidade de ser protagonizado pelos músicos, artistas e grupos culturais do concelho da Ponta do Sol, num envolvimento muito especial cujo repertório se inspira nos inúmeros sítios por onde John Dos Passos passou, ao longo da sua vida.

Finalmente e ainda no âmbito desta programação, será inaugurado, no dia 11 de setembro, um Espaço Expositivo no Centro Cultural John Dos Passos que foi readaptado para “valorizar, promover e incentivar os artistas do concelho”. Espaço que é inaugurado com uma exposição de artesanato e fotografia de artistas da Ponta do Sol, dedicada à temática das celebrações dos 600 Anos e que incluirá animação musical.

Descentralização é marca dos 600 Anos

 “Estamos perante um conjunto de iniciativas que vão, mais uma vez, ao encontro daqueles que são os grandes objetivos dos 600 Anos, correspondendo à preocupação que esteve sempre presente, nesta programação, de abranger diversas áreas – desde a música ao património e ao conhecimento – mas, também, de levar estas celebrações a todos os concelhos e a diferentes públicos”.

É desta forma que Paula Cabaço remata a apresentação de mais uma iniciativa que surge descentralizada e que, à semelhança de outros projetos como o “Madeira a Cantar”, o “Música a Norte”, o “Fado à Beira Mar” e o Espetáculo “Saudades do Max” têm percorrido os vários concelhos, envolvendo diferentes públicos e diferentes áreas das artes e da cultura e cumprindo, desta forma, o verdadeiro espirito desta Efeméride que, neste caso, também envolve e valoriza a Diáspora.


Anexos

Descritores