Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Pedro Ramos sublinha importância do rastreio e da deteção precoce do cancro da próstata como forma de aumentar as possibilidades de cura 

O Cancro da Próstata é uma doença silenciosa, mas que pode ter cura em 85% dos casos se for detetado precocemente, sendo necessário sensibilizar a população masculina para fazer o rastreio a partir dos 45/50 anos ou 40/45 se tiverem histórico familiar 23-11-2022 Saúde e Proteção Civil
Pedro Ramos sublinha importância do rastreio e da deteção precoce do cancro da próstata como forma de aumentar as possibilidades de cura 

O secretário regional de Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos, participou, na conferência: “Vamos falar sobre o Cancro da Próstata”, no dia 23 de novembro, na Assembleia Legislativa Regional, uma iniciativa do Núcleo Regional da Liga Portuguesa Contra o Cancro, realizada em parceria com o Serviço de Urologia do Serviço de Saúde da RAM, no âmbito da campanha de sensibilização “Novembro Azul”. 

 

Na sua intervenção, Pedro Ramos lembrou que foram detetados 129 casos de cancro da próstata, em 2020, na Região Autónoma da Madeira, números que podem vir a aumentar face à melhoria da capacidade de diagnóstico precoce. O governante sublinhou a importância do rastreio e da deteção precoce como forma de aumentar as possibilidades de cura. 

 

Por seu turno, o diretor do Serviço de Urologia do SESARAM, EPERAM, Ferdinando Pereira, lembrou que no país existem cerca de 7 mil novos casos de cancro da próstata por ano, dos quais cerca de 2 mil acabam por falecer, alertando para a importância do rastreio do cancro da próstata e para a deteção precoce da doença.  

O Cancro da Próstata é uma doença silenciosa, mas que pode ter cura em 85% dos casos se for detetado precocemente, sendo necessário sensibilizar a população masculina para fazer o rastreio a partir dos 45/50 anos ou 40/45 se tiverem histórico familiar. O despiste da doença pode ser realizado através de exame de sangue (PSA), de ecografias e de toque retal. 

 

Refira-se que a idade, o histórico familiar, o sedentarismo e a obesidade são alguns fatores de risco, pelo que além do rastreio, importa também apostar na prevenção da doença, através da adoção de hábitos de vida saudáveis. 

 

Novembro é considerado o mês de sensibilização e prevenção do Cancro de Próstata. “Novembro Azul” é uma campanha dirigida à comunidade em geral, em especial, aos homens, para consciencialização sobre as doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do Cancro de Próstata.