Pesquisar

Madeira tem condições ímpares de atratividade

O secretário regional de Economia, Mar e Pescas, Rui Barreto, disse esta tarde, à margem da cerimónia de abertura dos escritórios da Wilhelmsen no Funchal, que este novo investimento da empresa ligada à navegação é um sinal claro de que a Região tem condições ímpares de atratividade. 15-05-2024 Economia, Mar e Pescas
Madeira tem condições ímpares de atratividade
O investimento desta empresa no Funchal, uma empresa centenária que está presente em mais de 2200 portos em 60 diferentes países, segundo Rui Barreto, “é o reconhecimento da grande capacidade e da atratividade que a Região tem e as infraestruturas portuárias que estão disponíveis e que são importantes para a economia da Madeira”.
Por outro lado, recordou o governante, “quando as empresas se instalam é porque sentem confiança no investimento e isso é muito importante, porque nós temos um porto que é, por duas vezes, reconhecido como o melhor destino de cruzeiros da Europa. Este ano, a perspetiva de passageiros desembarcados é de um crescimento na ordem dos 10%, face ao ano anterior”.
 Esta é também, tal como afirmou, “uma empresa com provas dadas em várias áreas estratégicas para a Madeira, como é o caso das energias renováveis. Ainda este ano vamos concluir o estudo para a descarbonização dos portos da Madeira e temos de atingir metas de sustentabilidade para fazer a transição ambiental e energética para termos, aqui, os postos de carregamento e a possibilidade de reduzirmos o ruído e melhorando a qualidade de vida, com a possibilidade de se fazer o abastecimento dos navios a partir de ‘energias limpas’. Há uma série de projetos que nós podemos desenvolver e que esta empresa tem ‘know-how’ e que pode aportar aos portos da Madeira”.
Segundo referiu, “é muito importante termos projetos para, não só captar investimento, como também reter talentos, caso contrário, esses talentos vão para outras geografias e isso é motivo de grande reconhecimento, porque revela que a Região é atrativa para o investimento, que tem perspetivas de desenvolvimento de projetos muito promissores e é por isso que as grandes empresas querem cá estar”.
De referir ainda que, na área do ‘shipping’ de cruzeiros, este é o primeiro agente em 20 anos a requisitar licença para operar na Região. Ao nível da carga a Administração de Portos da Madeira – APRAM, teve um registo de novo agente em 2017.

Anexos

Descritores

Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.