Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque garante investimento na Ribeira Brava

O Governo Regional vai continuar a investir na Ribeira Brava, concelho que é, neste momento, polo tecnológico de referência. 23-05-2019 Presidência
Albuquerque garante investimento na Ribeira Brava

Miguel Albuquerque acaba de garantir que o Governo Regional vai continuar a investir na Ribeira Brava. E em todos os concelhos da Região, como tem feito até aqui. O governante deu como exemplo do investimento feito uma das maiores obras públicas da Madeira: a construção da nova escola secundária.

O presidente do Governo Regional falava durante a inauguração de um caminho agrícola na Ribeira Brava, o da Fonte do Pinheiro, tendo aproveitado para recordar que a nova escola foi o principal compromisso assumido com a população e será concretizado, naquela que diz que será a melhor escola da Madeira.
O líder madeirense acentuou ainda a sua satisfação, ao recordar um outro investimento, em cooperação com a Câmara que vai mudar muito daquela que é a atratividade da Ribeira Brava, que é a frente mar entre a vila e a Tabua.
Portanto, diz, «a Ribeira Brava vai ganhar características muito importantes para atrair mais investimento, mais turismo, mais pessoas e isso será decisivo para o futuro do concelho».
Miguel Albuquerque lembrou ainda que a Ribeira Brava é, neste momento, um dos principais polos de investimento tecnológico do país.
«Algumas das empresas mais importantes do país estão aqui e ainda ontem esteve cá o presidente da Altice - empresa com cerca de 20 mil trabalhadores - e há um compromisso para fazermos um investimento, o Centro Tecnológico da Altice Lab, aqui na Ribeira Brava. Será concretizado até ao mês de setembro. E acho que isto é muito importante para termos aqui na Ribeira Brava a diversificação do emprego e, sobretudo emprego para as novas gerações altamente qualificado e com boas remunerações», concluiu.


Anexos

Descritores