Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Língua portuguesa é património com elevado valor económico

Lusodescendentes certificados com curso de Língua, Literatura e Cultura Madeirenses. 08-08-2019 Educação, Ciência e Tecnologia
Língua portuguesa é património com elevado valor económico 23 lusodescendentes receberam das mãos do secretário regional de Educação, Jorge Carvalho, certificados de conclusão do VII Curso Intensivo de Verão: Língua, Literatura e Cultura Madeirenses.

Na cerimónia, que teve lugar no Salão Nobre do Governo Regional, quarta-feira (7 de agosto), o governante com a tutela das Comunidades relevou o esforço que vem sendo feito na promoção de uma boa integração dos lusodescendentes, e não só, na sociedade madeirense.

«Temos procurado, junto das diversas comunidades, valorizar a nossa cultura e as nossas tradições, mas o que verdadeiramente nos identifica é a nossa língua; é o nosso maior património. Esta formação, através da qual os lusodescendentes aperfeiçoam o português, facilita a sua integração na comunidade, melhora as suas competências e valoriza as suas aptidões numa língua com elevado valor económico – basta pensarmos nos muitos milhões de pessoas que usam o português para comunicar», sublinhou Jorge Carvalho.

Por seu turno, a vice-reitora da Universidade da Madeira (UMa), Custódia Drumond, manifestou disponibilidade daquela instituição de ensino em «ajudar os lusodescendentes e pessoas de outras nacionalidades a aprender o português».

Esta sétima edição do curso, resultante de uma parceria do Governo Regional, através do Centro das Comunidades Madeirenses e Migrações, e a Faculdade de Artes e Humanidades da UMa, decorreu em julho, com um total de cem horas, divididas entre aulas de português e trabalho de campo, com a realização de visitas de estudo a núcleos museológicos, empresas e outras entidades públicas.