ES Francisco Franco distingue 462 alunos

Jorge Carvalho realçou importância do reconhecimento social do mérito dos estudantes. 10-10-2017 Educação
ES Francisco Franco distingue 462 alunos A Escola Secundária de Francisco Franco distinguiu ontem (9 de outubro), dia em que completou 128 anos de atividade, os alunos que mais se destacaram no ano letivo transato. No total, 462 alunos têm os seus nomes inscritos no Quadro de Mérito que, desde ontem e até 9 de outubro de 2018, embeleza a entrada principal da escola.
 
Mesmo tendo sido já distinguidos os alunos do 12.º ano, numa cerimónia a 29 de junho que precaveu a entrada daqueles no ensino superior, o pavilhão gimnodesportivo lotou com centenas de estudantes e encarregados de educação para assistir ao desfile dos titulares dos Quadros de Honra (média igual ou superior a 17), de Excelência (média igual ou superior a 18), de Atitudes e Valores e de Assiduidade, e também às homenagens a professores e funcionários que se aposentaram.
 
O Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, destacou o esforço conjunto que conduziu à distinção daquelas centenas de estudantes pelas suas performances. «Se há alunos reconhecidos pelo seu desempenho, isso é possível porque há uma escola, uma organização, um conjunto de professores que estão empenhados nesse sucesso. A Escola, ao cumprir a sua missão de transmitir os valores, os princípios de cidadania e o conhecimento, prepara os nossos jovens para os desafios da sociedade», sublinhou o governante, considerando relevante aquela distinção pública e o apoio das diversas empresas na atribuição dos prémios.
«É importante reconhecermos o mérito, valorizarmos aqueles que se empenham, se dedicam e se esforçam mais, e é importante que esse reconhecimento seja social. Um dia, porque a Escola os prepara para isso, os jovens também terão responsabilidades sociais, estarão nas empresas e nas diferentes organizações e, sabendo que a sociedade se preocupou com a sua formação, estarão mais capazes no seu desempenho de retribuir todo esse apoio», perspetivou Jorge Carvalho.
«Que os alunos e encarregados de educação reconheçam na Escola o espaço de excelência para a formação, para a capacitação dos nossos jovens, para que a nossa sociedade seja mais equitativa, mais capaz e mais competente», concretizou o Secretário Regional.