Miguel Albuquerque contra privatização dos CTT

Fecho de balcões dos CTT na Madeira 11-01-2018 Presidência
Miguel Albuquerque contra privatização dos CTT O Presidente do Governo Regional manifestou a sua “grande preocupação” relativamente ao fecho de balcões dos CTT na Madeira, dado que essa decisão “afeta, sobretudo, à população mais idosa e contribui para a desertificação dos concelhos e freguesias”.“Eu sempre fui contra a privatização de serviços essenciais. Por isso mesmo, não vou privatizar a Horários do Funchal e a Empresa de Eletricidade. A nossa estratégia é que os setores estratégicos têm de se manter na esfera pública”, esclareceu Miguel Albuquerque.Manifestando-se favorável à reversão da privatização dos CTT, o Presidente do Governo reconhece que este assunto “é um bom imbróglio que tem de ser resolvido pelo Governo Nacional. Nós aqui não podemos abrir estações de correio. Estamos a fazer pressão e penso que em breve o Governo Nacional terá de tomar uma decisão sobre esta matéria, porque está a causar grandes transtornos não só na Madeira como em todo o país”.

Anexos

Descritores