Região reforça resposta na busca e salvamento costeiros

O Presidente do Serviço Regional de Protecção Civil da Madeira, Capitão José Dias considera esta cooperação essencial face ao fluxo de transporte marítimo na área circundante à ilha e por outro lado, é o reconhecimento da capacidade operacional e diferenciação dos profissionais do serviço de emergência pré-hospitalar, na resposta ao socorro. 09-02-2018 Saúde
Região reforça resposta na busca e salvamento costeiros

A Madeira reforçou a sua capacidade de resposta ao nível da busca e salvamento costeiros, através da assinatura de um protocolo de colaboração entre o Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira (SRPCM) e o Instituto  Nacional de Emergência Médica (INEM, num ato que teve lugar hoje, em Lisboa e contou com a presença do secretário regional da Saúde, Pedro Ramos.

Esta cooperação visa melhorar a articulação entre o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU-MAR) do INEM, que tem como objetivo a receção das chamadas de socorro e aconselhamento por parte do MRCC (Maritime Rescue Coordination Centre) na área da emergência pré-hospitalar e o serviço integrado de comunicações/SEMER do SRPC- Madeira reforçando a capacidade de resposta de Portugal, no âmbito das suas responsabilidades no que concerne à assistência telemédica marítima e ainda, criar as condições para garantir uma redundância operacional ao CODU-MAR.
O INEM é a entidade nacional responsável por um serviço de assistência telemédico marítimo e o SRPC –Madeira a entidade regional com competências na emergência pré-hospitalar, sendo que passará a ver uma melhoria da coordenação operacional no socorro marítimo, graças à nova sinergia entre estas entidades, que resultará no aumento de eficiência na resposta. 

O Presidente do Serviço Regional de Protecção Civil da Madeira, Capitão José Dias considera esta cooperação essencial face ao fluxo de transporte marítimo na área circundante à ilha e por outro lado, é o reconhecimento da capacidade operacional e diferenciação dos profissionais do serviço de emergência pré-hospitalar, na resposta ao socorro.