Abertura das Festas em New Bedford com Pedro Ramos

As Festas do Santíssimo Sacramento Madeirense aconteceram pela primeira vez em 1915, por iniciativa de um grupo de madeirenses, e desde então tornou-se a maior festa portuguesa no país e uma das maiores celebrações portuguesas fora do território nacional, juntando todos os anos mais de 100 mil pessoas. 03-08-2018 Saúde
Abertura das Festas em New Bedford com Pedro Ramos

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos foi o convidado de honra da cerimónia de abertura da 104º edição das Festas do Santíssimo Sacramento em New Bedford, nas quais participa em representação do Governo Regional da Madeira. Presentes nesta cerimónia estiveram o governador de Massachusetts, Charles Valer e o Mayor de New Bedford, Jon Mitchell, assim como a cônsul de Portugal, Shelley Pires.

Na oportunidade, o governante madeirense destacou o orgulho da Madeira na sua comunidade ali radicada e a “importância que esta representa para a diáspora dos movimentos migratórios de Portugal”. Elogiou também “a forma como trouxeram os nossos valores e princípios para a América”, mostrando-se impressionado com a “forma como a nossa identidade está tão presente em New Bedford”.

Pedro Ramos não deixou de referir o “tributo que todos os anos os madeirenses prestam aos responsáveis do Santíssimo Sacramento ao marcarem ali presença, através do Governo Regional”, numa festa que iniciaram há 104 anos. E elogiou “o contributo que os madeirenses têm dado à sociedade americana ao ponto de desempenharem destacadas funções políticas, ao serviço da população”.

Antes desta cerimónia, Pedro Ramos visitou as instalações do Clube Madeirense do Santíssimo Sacramento e foi convidado para várias entrevistas nos órgãos de comunicação social locais.

As Festas do Santíssimo Sacramento Madeirense aconteceram pela primeira vez em 1915, por iniciativa de um grupo de madeirenses, e desde então tornou-se a maior festa portuguesa no país e uma das maiores celebrações portuguesas fora do território nacional, juntando todos os anos mais de  100 mil pessoas.

Durante quatro dias, decorrem diversas actividades como concertos de música,espetáculos de dança, corridas Nos restaurantes são servidos pratos tradicionais madeirenses como a espetada, milho frito  e o atum.

As festas decorrem no Campo Madeira, o mesmo recinto que acolhe o festival há vários anos e que está completo com um grande churrasco, uma latada e uma réplica de uma casa de Santana, para recriar o ambiente madeirense.

Outros eventos acontecem no Museu de Herança Madeirense, o único espaço do género nos Estados Unidos e que acolhe uma grande coleção de fotografias, documentos e outros artefactos que contam a história de imigração madeirense no país.

A festa termina no domingo com uma grande parada, que reúne mais de 40 organizações.

Hoje, pelas 11h30, o secretário da Saúde visita o consulado de Portugal em New Bedford.

 

Funchal, 3 de Agosto de 2018