Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Estratégia madeirense para a mobilidade elogiada na Europa

A Madeira apresentou esta manhã, no âmbito de um encontro do projeto “Civitas Destinations”, que está a decorrer na ilha italiana de Elba, soluções para os transportes públicos e produção de energias de fontes renováveis e foi elogiada pelas sinergias criadas entre os diferentes projetos em curso. 09-04-2019 Vice-Presidência
Estratégia madeirense para a mobilidade elogiada na Europa

A Madeira deu a conhecer esta manhã, na ilha italiana de Elba, a sua experiência ao nível da promoção da mobilidade elétrica e o sistema de incentivos para aumentar a aquisição de veículos elétricos, mais amigos do ambiente.

O tema foi abordado pela Diretora Regional Adjunta de Economia, Patrícia Dantas, que apresentou a estratégia regional para esta área, quer o Plano Integrado e Estratégico de Transportes da Região Autónoma da Madeira (PIETRAM), quer o Plano de Ação para a Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS), quer ainda os vários projetos em curso da Empresa de Eletricidade da Madeira (EEM).

Entre os investimentos da EEM, Patrícia Dantas deu a conhecer o “Porto Santo Smart Fossil Free Island – Porto Santo Sustentável” um projeto que, segundo Patrícia Dantas, é “bastante ambicioso e que já está a dar passos muito importantes, contribuindo para a redução das emissões de dióxido de carbono”.

Além disso, a Diretora Regional Adjunta de Economia referiu ainda, a propósito dos projetos que estão a ser implementadas no Porto Santo, as medidas de incentivo à aquisição de viaturas elétricas, uma estratégia que deverá também ser estendida à Madeira em 2020.

Tudo isto, segundo Patrícia Dantas, aliado ao propósito de reduzir a dependência de combustíveis fosseis e aumentar a produção de energias alternativas, a qual deverá atingir, até 2021, cerca de 50% do total de energia consumida na Região.

A outro nível, Patrícia Dantas deu a conhecer também a nova política para os passes sociais, cujo objetivo é, por um lado, proporcionar mais rendimentos às famílias e, ao mesmo tempo, atrair mais passageiros para os transportes públicos, o que tem vindo a registar-se com as alterações introduzidas.

A renovação da frota, em especial da Horários do Funchal, um dos parceiros deste projeto “Civitas Destinations”, foi outros dos aspetos abordados, com Patrícia Dantas a referir que deverão ser adquiridos 129 veículos pela empresa pública de transportes públicos, alguns deles elétricos.

A interligação de todas estas variantes foi muito elogiada neste encontro, no qual foi felicitado o Governo Regional pela estratégia que tem vindo a ser levada a cabo, na medida em que, tal como revelou Patrícia Dantas, “é a conjugação de todas estas estratégias que culminará numa melhoria da qualidade de vida das populações, sejam residentes ou turistas, mas também num melhor serviço prestado”.

Patrícia Dantas aproveitou ainda esta oportunidade para falar na necessidade de conjugar esforços e financiamentos para estas áreas, tendo manifestado a necessidade da Comissão Europeia “vir a contemplar instrumentos para o financiamento, algo semelhante ao ‘Connecting Europe Facilities – CEF’, mas para projetos de menor dimensão e que contemplem as realidades de pequenas regiões, como as regiões insulares”.

Pois, segundo a Diretora Regional Adjunta de Economia, “em termos de infraestruturas, conectividade e redes viárias a Europa não pode apenas funcionar numa perspetiva transnacional, de grandes investimentos e grandes Infraestruturas”.

Este encontro, que decorre no âmbito do projeto europeu “Civitas Destinations”, envolve para além da Região Autónoma da Madeira, a ilha italiana de Elba, Malta, Chipre, Creta e Gran Canária, tendo como denominador comum o facto de terem todas uma vocação turística ligada à natureza.

Segundo Patrícia Dantas, o facto do ambiente ser um dos “ex-libris” destas regiões faz também com que “haja uma preocupação acrescida e comum, no sentido de preservar os recursos naturais das diferentes regiões e reduzir a emissão de carbono. Sendo esta, também por isso, uma das prioridades do Governo Regional”.

Recorde-se que o “Civitas Destinations” é um projeto europeu do Programa Civitas, financiado ao abrigo do programa "Horizonte 2020", com a duração de quatro anos (2016-2020), destinado a melhorar a mobilidade de turistas e residentes nas seis ilhas europeias que integram este projeto, precisamente, Elba (Portoferraio e Rio), Madeira (Funchal), Malta (Valletta), Chipre (Limassol), Creta (Rethymno), Gran Canária (Las Palmas de Gran Canária).

Neste encontro em Elba participam representantes de 30 parceiros europeus e não europeus, envolvendo municípios, universidades, operadores de transportes públicos e empresas de consultoria, que apresentam as suas medidas e soluções de transporte urbano, destinadas a resolver problemas de mobilidade que surgem especialmente durante as épocas altas de turismo.

Entre os participantes encontra-se a região de Shenzhen, na China, que além das soluções que irá apresentar neste encontro, que decorre até à próxima sexta-feira, as soluções e a sua experiência neste domínio, promovendo também, desta forma, novos laços de cooperação entre aquele país e a União Europeia.