Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra supera todas as expetativas!

63.ª Feira Agropecuária do Porto Moniz foi o palco privilegiado de uma prova que superou todas as expetativas! 20-07-2018 Direção Regional de Agricultura
1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra supera todas as expetativas! A 1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra decorreu nos dias 14 e 15 de julho, integrada no programa da 63.ª Feira Agropecuária do Porto Moniz, realizada nos dias 13, 14 e 15 de julho. 

O Mondioring é uma modalidade que permite aos cães destacarem as suas aptidões e genética, a qualidade do treino e o controlo do condutor, fatores que são avaliados em provas específicas.

Estas provas englobam exercícios de obediência, exercícios de salto e exercícios de mordida, que se realizam num recinto vedado, com diverso material.

Nunca na Região Autónoma da Madeira aconteceu uma prova de Mondioring, pelo que a Secretaria Regional da Agricultura e Pescas, através da Direção Regional de Agricultura, em parceria com a CANEUTILE e com o apoio do Crédito Agrícola, happyOne, Legendary Travel e Mamepe, associou-se à Casa do Povo do Porto Moniz na promoção da 1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra. De salientar que esta prova pontuou para o Campeonato Nacional de Mondioring para a época 2018/2019, com o reconhecimento por parte do Clube Português de Canicultura.

Esta 1.ª Prova de Mondioring da Madeira abrangeu dois dos três graus previstos no regulamento, nomeadamente o 3 e o 2, sendo que o 3 é mais exigente.

No grau 2, Mad Max e Paula Exposto foram vencedores, seguidos de Soba Kninept e Nelson Gomes, em 2.º, e de Maha e Dominique Blanchard, em 3.º.

Hime e Charly Blanchard venceram a prova do grau 3, H’Otso e Paulo Nunes ficaram em 2.º e, finalmente, Hagic e Charly Blanchard ficaram em 3.º.

Integrado ainda na referida Prova, foram realizados testes de sociabilidade abertos a todos os cães com mais de doze meses e respetivos donos, destinados a aferir a capacidade do animal em obedecer a determinadas regras, um momento que também mereceu a atenção do público, tendo todos os cães inscritos sido aprovados.

De referir todos aqueles que contribuíram para que a 1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra fosse um autêntico sucesso e, desde logo, o rosto da organização: Pedro Delgado, da Direção Regional de Agricultura, cujo empenho fez toda a diferença e permitiram que todas as dificuldades fossem ultrapassadas.

Celso Alves, o juiz de nível internacional da prova, que soube tirar o máximo partido de um campo de características ortodoxas e manter o muito público presente sempre interessado; a diretora de prova, Rosana Alves, que garantiu que a prova se desenrolasse da melhor forma possível; os homens assistentes, Nelson Gomes, Henrique Lourenço e Charly Blanchard, sempre disponíveis e com um desempenho brilhante, e ainda Ester Caires, pelas fotografias fantásticas.

Uma última palavra para Paulo Nunes e Paula Exposto que, com o seu entusiasmo pelo Mondioring, foram não só os embaixadores da prova, como também uma preciosa ajuda para que a 1.ª Prova de Mondioring da Madeira – Do Mar à Serra fosse um verdadeiro sucesso e uma experiência a dar continuidade!

 


Anexos

Descritores