Partilha de Boas Práticas - Autoavaliação: Práticas e Efeitos

1ª Sessão: Práticas de autoavaliação de Escolas 27-02-2018 Direção Regional de Inovação e Gestão
Partilha de Boas Práticas - Autoavaliação: Práticas e Efeitos

No passado dia 23 de fevereiro realizou-se a 1ª sessão de partilha de boas práticas no âmbito do processo de autoavaliação de escolas.  Este momento foi dinamizado pelo Gabinete de Apoio à Organização e Planeamento do Sistema Educativo Regional (GAOPSER), Direção Regional de Inovação e Gestão, tendo por base o trabalho de proximidade feito junto das escolas onde testemunhou a riqueza e diversidade das práticas em curso. Analisadas essas práticas, concluiu-se que a sua partilha com os pares representa uma mais valia em termos de eficiência do processo em causa.

 

Estiveram presentes os representantes das equipas de autoavaliação e dos órgãos de administração e gestão das escolas básicas integradas, de 2º e 3º ciclo, secundárias e profissionais públicas, num total de, aproximadamente, noventa participantes.

 

Da primeira parte deste encontro, destacamos a intervenção do Sr. Secretário Regional de Educação em que se reforçou a importância do mesmo, pois a sua realização poderá refletir-se na melhoria do processo de autoavaliação desenvolvido pelas demais escolas, rentabilizando o investimento em conhecimento, influenciando positivamente a qualidade do serviço educativo prestado às famílias.

 

Durante a manhã três escolas tiveram oportunidade de apresentar algumas das suas práticas: a Escola Básica e Secundária da Calheta, a Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos do Caniçal e a Escola Secundária Jaime Moniz. As comunicações foram seguidas de debate.

 

Concluíram-se os trabalhos com uma intervenção do Sr. Diretor Regional de Inovação e Gestão que destacou a importância da consistência do processo de autoavaliação, cujos resultados devem refletir-se no Projeto Educativo, estabelecendo orientações estratégicas para o quadriénio seguinte, consubstanciadas no Plano Anual de Escola.