Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Programa de Desfibrilhação Automática Externa nas Infraestruturas Desportivas e Centros de Juventude

A Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional de Juventude e Desporto e da Direção Regional de Planeamento, Recursos e Infraestruturas promovem. 10-12-2019 Direção Regional de Juventude e Desporto
Programa de Desfibrilhação Automática Externa nas Infraestruturas Desportivas e Centros de Juventude

A Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional de Juventude e Desporto e da Direção Regional de Planeamento, Recursos e Infraestruturas, deu início à implementação de um programa de Desfibrilhação Automática Externa (DAE) nas infraestruturas desportivas e centros de juventude sob a sua tutela.

Este programa obedeceu ao plasmado no Decreto Legislativo Regional, n.º 10/2013/M, que estabelece as regras a que se encontram sujeitos a prática de atos de desfibrilhação automática externa por não médicos, bem como a instalação e utilização de DAE.

Esta iniciativa, que foi ministrada pela Madeira Emergência – Associação para a Prevenção da Emergência Médica, visa a melhoria das condições de segurança dos utentes e dos trabalhadores das infraestruturas desportivas e centros de juventude.

Numa primeira fase, procedeu-se à formação de 40 trabalhadores afetos às infraestruturas selecionadas para a colocação dos DAE, bem como de agentes desportivos e professores que nelas operam diariamente.

A colocação das unidades, que corresponde à segunda fase do programa, decorrerá durante o dia de hoje.

As infraestruturas selecionadas para a colocação de DAE foram priorizadas segundo critérios de dimensão e afluência de público, atletas e utilizadores:
- Complexo de Piscinas Olímpicas do Funchal;
- Estádio de Câmara de Lobos;
- Complexo Desportivo Jaime Moniz;
- Complexo Dr. Ângelo Augusto da Silva;
- Pavilhão Gonçalves Zarco;
- Pavilhão Bartolomeu Perestrelo;
- Centro de Juventude do Funchal.

Existe a intenção por parte da SRE em continuar a apetrechar outras instalações desportivas sob a gestão da DRJD, com este tipo de equipamento.