Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Infraestruturas desportivas sob a gestão da DRJD

Parque desportivo disponível. 14-05-2018 Direção Regional de Juventude e Desporto
Infraestruturas desportivas sob a gestão da DRJD

A existência de infraestruturas desportivas de qualidade tem sido determinante para o desenvolvimento do desporto e da atividade física na Região Autónoma da Madeira. 

Neste âmbito, o Governo Regional privilegiou a construção de infraestruturas desportivas junto das escolas e núcleos habitacionais, potenciando, assim, a sua utilização. 

A Região Autónoma da Madeira apresenta um rácio dentro dos padrões definidos pelo Conselho da Europa, traduzido na oferta de espaços desportivos de diferentes tipologias, para as atividades nas áreas federada e de recreação e lazer. 

 

Neste momento a RAM provisiona cerca de xxxxx instalações distribuídas pelos seus concelhos, classificadas nomeadamente por:

  1. Piscinas
  2. Estádios
  3. Polidesportivos
  4. Ginásios
  5. Salas

 

Dadas as características multideportivas das instalações sob a égide da Direção Regional de Juventude e Desporto, a RAM permite que haja uma oferta diversificada de modalidades desportivas, atividade física e lazer em prol dos seus utilizadores.


Taxas (artigo 6.º da Portaria n.º 143/2017, de 8 de maio)

A utilização da infraestrutura desportiva pretendida está sujeita ao pagamento de taxas, sem prejuízo do disposto no capítulo seguinte.

A taxa de utilização é fixada de acordo com as características e tipologia de cada infraestrutura desportiva, com os períodos de utilização e tipo de utilizador.


Pagamento de taxas (artigo 7.º  da Portaria n.º 143/2017, de 8 de maio)

O pagamento da taxa de utilização deve ser efetuado na DRJD, nos estabelecimentos de ensino dotados de autonomia administrativa e financeira ou nas infraestruturas desportivas com condições para o efeito. 

No caso de atividade regular, o pagamento deve ser realizado até ao último dia útil do mês em que a fatura é emitida; 

No caso de atividade não regular, o pagamento deve ser realizado em momento anterior ao da utilização a que respeita.


Pedido de utilização (artigo 3.º da Portaria n.º 143/2017, de 8 de maio)

Os pedidos de utilização referentes a atividades regulares devem ser formalizados com a antecedência mínima de 5 dias úteis. 

Entende-se por utilização regular toda a atividade que decorra por um período igual ou superior a 3 meses, com pelo menos uma frequência semanal. 

Os pedidos devem conter: 

a) A identificação completa do requerente e respetivos contactos; 

b) A identificação da infraestrutura desportiva pretendida; 

c) A data e horário da utilização; 

d) Indicação da atividade. 

Sempre que a infraestrutura desportiva pretendida esteja disponível, pode ser requisitada em momento imediatamente anterior à sua utilização, no âmbito da prática de atividades não regulares.

 

Deverão consultar a Portaria n.º 143/2017, de 8 de maio para mais informações.