Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

DROTA leva Biomassa da Laurissilva até Living Planet Symposium 2019

DROTA leva Biomassa da Laurissilva até Living Planet Symposium 2019 A parceria DROTA / Instituto Superior Técnico em torno de projeto inovador para dimensionamento da biomassa da Floresta Laurissilva com recurso a imagens de satélite mereceu participação no Living Planet Symposium 2019, organizado pela ESA - Agência Europeia do Espaço, um dos maiores eventos mundiais nessa área, que decorreu na cidade de Milão, Itália, entre 13 a 17 de Maio, reunindo especialistas de entidades privadas e públicas na Observação da Terra.

O projeto desenvolvido recorreu a dados de observação da Terra de alta resolução, nomeadamente a imagens de satélite SENTINEL-1 e SENTINEL-2 disponibilizadas pela Agência Espacial Europeia (ESA), no âmbito no programa europeu COPERNICUS. O caso de estudo visava apurar valores de biomassa da floresta Laurissilva no premente quadro de produção de conhecimento em torno das Alterações Climáticas. Foi definida uma área de estudo situada nas Funduras, concelho de Machico, para obtenção de estimativas de Biomassa os quais foram validados por medições locais, tendo havido recurso a unidade UAV (drone) para geração de modelo o qual permitiu comparação dos valores apurados pelas imagens SENTINEL.

Para o evento, foi concebido pela DROTA um poster com descrição da metodologia e dos resultados obtidos com apoio científico do Instituto Superior Técnico, o qual mereceu uma apresentação dedicada ao tema. Ao longo do evento foram expostos mais de 1000 posters em torno de diversas temáticas, tais como a proteção do ambiente, a gestão de áreas urbanas, o planeamento regional e local, a agricultura, os transportes, as alterações climáticas, o desenvolvimento sustentável, a proteção civil, entre outras.

Esta participação da DROTA vem demonstrar que o aproveitamento de imagens de satélite SENTINEL para a monitorização do território tem aplicabilidade na Região Autónoma da Madeira, sendo de referir que a sua disponibilização é gratuita.

Anexos

Descritores