Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Governos da Madeira e de Canárias convergem na defesa de interesses comuns.

Os Governos da Madeira e de Canárias estiveram reunidos hoje através de videoconferência, estando presentes, por parte das ilhas espanholas, o presidente do Governo, Ángel Perez, o vice-presidente, Román Rodríguez, o conselheiro para os assuntos da Saúde, Júlio Manuel Hernandéz, e a conselheira para o Turismo, Yaiza Herrera, e, por parte da Região, participou o Presidente do Governo, Miguel Albuquerque, o Vice-Presidente, Pedro Calado, o Secretário Regional da Saúde e Proteção Civil, Pedro Ramos 03-06-2020 Presidência
Governos da Madeira e de Canárias convergem na defesa de interesses comuns.

O objetivo da reunião entre os dois governos foi, acima de tudo, aproximar as duas regiões autónomas em posições comuns e que defendam os interesses de ambos os arquipélagos, atendendo à semelhança que existe na sua caraterização, nomeadamente as acessibilidades.

Ambas as regiões têm uma posição muito bem definida, que é idêntica, de que o controlo sanitário deve fazer-se sempre na origem das viagens, uma posição que a Madeira assumiu sempre desde o princípio, e que a reivindicou não só junto do Governo da República como também da União Europeia. Essa mesma defesa foi constatada por parte do governo de Canárias.

Desta forma, na reunião ficou decido evoluir no sentido de afirmar internacionalmente esta mesma posição comum, e, simultaneamente, continuar a fazer ver junto da União Europeia que as Regiões Ultraperiféricas têm especificidades próprias que justificam esta defesa, e igualmente, relevar a necessidade de um reforço dos fundos europeus para fazer face aos constrangimentos da Covid-19 nestes territórios insulares.

Houve oportunidade também de serem exploradas outras formas de colaboração, nomeadamente no que respeita à implementação deste mesmo princípio nas ligações que hoje são asseguradas entre a Madeira e Canárias através da companhia Binter.

Da abertura que existiu, o Governo Regional da Madeira considera que resulta um espaço de progressão nesta parceria atlântica, de relevante interesse. E é com essa motivação e esse espírito que será dada sequência aos assuntos tratados na reunião, procurando formalizá-los e repercuti-los, na prática, defendendo os interesses de ambas as populações.