Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.

Mais espaços agrícolas nos Parques Empresariais

Miguel Albuquerque anunciou o aumento dos espaços para explorações agrícolas nos Parques Empresariais. Medida para breve, porque «quem joga para o lado é Lisboa”. Na Madeira, com este Governo, «joga-se para a frente, para marcar golos”. 04-01-2019 Presidência
Mais espaços agrícolas nos Parques Empresariais

O presidente do Governo Regional anunciou, há pouco, na Calheta, o alargamento das áreas disponíveis em Parques Empresariais para a instalação de produções agrícolas de ponta.Miguel Albuquerque falava durante a visita a uma nova exploração agrícola, da empresa “Naipe de Génios”, do empresário Jorge Gonçalves, a quem o governante elogiou a dinâmica empresarial e a qualidade da produção, de pimentos.Para que seja possível aumentar o espaço para novas empresas agrícolas, terá de ser feita uma alteração no regulamento dos Parques Empresariais, o que, garantiu, vai «acontecer de imediato».O governante refere que, com o seu Governo, as coisas são para andar para a frente, não para os lados, como em Lisboa. «O que interessa é resolver as coisas, marcar os golos», sublinhou.O terreno hoje visitado tem 5.300 metros quadrados, com uma estufa com 4.520 metros quadrados, cujos tratamentos são baseados num método inovador.O investimento, de 464 mil euros, financiado pelo PRODERAM, prevê produzir 16.500 plantas por ano, ou seja, 164 mil quilos.