Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Exposição 100 Anos da Insulina releva importância da ciência no desenvolvimento e progresso humano

Presidente do Governo adiantou que a Região irá reforçar verbas para a investigação científica 11-10-2021 Presidência
Exposição 100 Anos da Insulina releva importância da ciência no desenvolvimento e progresso humano

O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, esteve segunda-feira, 11 de outubro, na abertura da exposição “Uma Visita à História da Diabetes no Centenário da Descoberta da Insulina”, na Reitoria da Universidade da Madeira.

Na ocasião, o Chefe do Governo disse que a exposição é o paradigma da força e da importância da ciência no desenvolvimento e progresso humano.

“As etapas que estão aqui descritas – e a exposição está muito bem concebida – são essenciais para percebermos como a ciência tem um papel decisivo, e continuará a ter, no futuro, para o progresso, desenvolvimento e bem-estar humano”, disse Miguel Albuquerque.

O líder do Executivo recordou que a descoberta há 100 anos da insulina tem permitido combater a diabetes, mas não deixa de ser essencial prevenir a doença.

Miguel Albuquerque adiantou ainda que a Região se prepara para reforçar verbas para a investigação científica, incluindo a investigação em medicina, tendo por objetivo tornar a Madeira na região do país com maior verba para investigação.

A aposta envolverá reforço de apoios à ARDITI – Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação e aos centros de investigação da Universidade da Madeira.

Referir que a história da exposição em exibição na Reitoria da UMa tem início no antigo Egipto onde, em 1550 A.C. havia já referência a uma doença que se assemelhava à diabetes e termina em 1921 - o ano da descoberta da insulina.


Anexos

Descritores