Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Miguel Albuquerque quer “Salas do Futuro” em todas as escolas

O Governo Regional quer apetrechar todas as escolas da Madeira com “Salas do Futuro”, de modo a facilitar a aprendizagem e a capacitar as novas gerações para o mundo que aí vem, o da transição digital e da digitalização. 14-01-2022 Presidência
Miguel Albuquerque quer “Salas do Futuro” em todas as escolas

O presidente do Governo Regional quer alargar as “Salas do Futuro” a todas as escolas da Região. O objetivo passa por proporcionar aos alnos madeirenses um ensino virado para o futuro. Miguel Albuquerque falava, na manhã desta sexta-feira, durante uma visita que fez à nova “Sala do Futuro”, desde dezembro último a funcionar na escola Padre Manuel Álvares, na Ribeira Brava.

O governante lembra que a Região tem neste momento 12 Salas do Futuro, frisando ser importante alargar a sua existência a todas as escolas da Região, «à semelhança do que acontece com os kits de ciência e de robótica, com todas as escolas dos três ciclos do ensino básico da Região dotadas com os mesmos, exatamente para habilitar os nossos professores e os nossos alunos a desenvolver um ensino vocacionado para o futuro».

Quanto à Sala do Futuro hoje visitada, a mesma está munida de robótica, kits de ciência e de ecrãs, «no sentido de proporcionar aos nossos jovens um ensino moderno e vocacionado para o mundo onde eles vão viver, que é o mundo de transição digital e da digitalização».

Aquela sala, sublinhou o líder madeirense, «tem métodos inovadores do ponto de vista pedagógico, da aprendizagem, vocacionados, de facto, para a capacidade crítica, para a assimilação dos conhecimentos numa maneira diferente do que era a tradicional».

Miguel Albuquerque salientou ainda tratar-se de um investimento complementar ao realizado na construção de uma escola nova: «Tratou-se de um investimento do Governo 6,7 milhões de euros. Ainda bem que o fizemos, porque esta é uma escola muito importante para o desenvolvimento da Ribeira Brava e das suas novas gerações. Tem um corpo docente sensacional, está muito bem apetrechada».


Anexos

Descritores