Este sítio utiliza cookies para facilitar a navegação e obter estatísticas de utilização. Poderá consultar a nossa Política de Privacidade aqui.
Pesquisar

Albuquerque elogia pista preparada para acolher provas internacionais

Miguel Albuquerque sublinhou hoje o facto de a Madeira ter, com a conclusão das obras de beneficiação na pista de atletismo do Complexo Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, ter condições para realizar provas internacionais de atletismo e receber, assim, na Região, os melhores atletas do mundo. Algo que o governante considera muito importante para a RAM. 19-09-2022 Presidência
Albuquerque elogia pista preparada para acolher provas internacionais

O presidente do Governo Regional falava hoje, no início da tarde, na Ribeira Brava, durante a visita que às obras de beneficiação da pista de atletismo do Complexo Desportivo da Madeira, orçadas em 300 mil euros e que integram uma empreitada mais global, na ordem dos 800 mil euros, que vai permitir reabilitar toda aquela infraestrutura.

«Nós reabilitámos toda a pista e as demais infraestruturas para o Atletismo. Esta infraestrutura será homologada pela Federação, de modo a podermos realizar, no futuro, provas internacionais neste espaço, em qualquer especialidade», explicou, aos jornalistas.

Para além desta pista internacional, as obras incidiram também no campo do futebol de cinco. Vão, de seguida, ser reabilitados os campos de ténis e de Padel, bem como os estacionamentos e o polidesportivo. «Vamos continuar a melhorar toda a infraestrutura», garantiu.

Questionado pelos jornalistas acerca da realização de futuras provas, Miguel Albuquerque diz que a homologação da pista não deverá demorar muito, para depois lembrar que «a realização e a organização das provas cabe à associação de atletismo e aos clubes… ao Governo compete criar, manter e melhorar as infraestruturas».

Quanto a uma pista no Funchal, diz que continuar a ser uma situação a ponderar, mas realça que, hoje, com a via rápida, está-se na Ribeira Brava em 12 minutos. «Não é preciso estar tudo centralizado no Funchal. Temos é de criar as condições para a prática desportiva…», defendeu.


Anexos

Descritores