Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Pessoas têm de recordar o que a Madeira era há 40 anos

Miguel Albuquerque apelou hoje, em Santana, para que as pessoas façam um esforço de memória e se recordem do que era a Região há 40 anos, que pensem «naquilo que conquistámos, naquilo que conseguimos, enquanto sociedade, nos últimos 40 anos». 08-06-2019 Presidência
Pessoas têm de recordar o que a Madeira era há 40 anos

O presidente do Governo Regional falava, neste início de tarde de sábado, durante a sessão de encerramento de um fórum sobre os desafios que se colocam à Educação, promovido pela escola secundária e pela Associação Santana Cidade Solidária. Uma oportunidade para sublinhar que «um dos grandes desafios da conquista da Autonomia, em 1976, foi fazermos um grande esforço, como todos fizemos, no sentido de dotar as novas gerações daquilo que era fundamental».

«E uma das coisas fundamentais era dar-lhes uma Educação de excelência, universal, inclusiva e que permitisse que a nossa população tivesse as capacidades cognitivas para enfrentar os desafios do progresso», acrescentou.

Segundo Miguel Albuquerque, «é extraordinário o trabalho que se fez, em duas gerações de professores, na Madeira».

Hoje, diz, «temos uma sociedade que caminha para um ensino de excelência». «E hoje temos escolas que são paradigmáticas ao nível do ensino», juntou.


Anexos

Descritores