Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque pede a jovens que continuem a trazer a modernidade e a liberdade para a Região

Miguel Albuquerque exortou os jovens da Madeira e do Porto Santo a honrar e a continuar a fazer o mesmo que as duas últimas gerações de madeirenses fizeram: trazer a modernidade e a liberdade para a Região. 27-07-2019 Presidência
Albuquerque pede a jovens que continuem a trazer a modernidade e a liberdade para a Região

Miguel Albuquerque disse hoje esperar que os jovens madeirenses continuem a fazer e a honrar aquilo que duas gerações de Madeirenses e Porto-santenses conseguiram fazer: trazer a modernidade e a liberdade para a nossa Região Autónoma da Madeira.

O presidente do Governo Regional falava, há pouco, durante a sessão de encerramento do Encontro Municipal de Juventude da Calheta, uma iniciativa do Município local que decorreu no auditório do Centro das Mudas.

O governante foi convidado para falar aos muitos jovens presentes e começou por lembrar o que a Madeira era há anos atrás, antes da Autonomia, a entropia em que se vivia e a falta de médicos, de centros de saúde e de escolas, bem como os problemas no acesso à educação e ao apoio social. O líder madeirense recordou ainda uma sociedade estratificada, obrigada a emigrar, com taxa de analfabetismo superior a 50% e com falta de liberdade.

Depois fez o contraponto com a situação atual, com o progresso e modernidade atingidos pela Região, fruto do esforço de duas gerações de madeirenses, que permitiu melhorias em todas as áreas.

Miguel Albuquerque disse ainda que o mundo está melhor do que nunca, com progressos em toda a área, que possibilitam condições de vida às pessoas como nunca.

Miguel Albuquerque defendeu ainda a conciliação entre a defesa dos recursos naturais e da Natureza e as novas tecnologias, lembrando que estas novas tecnologias até vieram permitir a produção de menos materiais poluentes, dando o exemplo de um telemóvel que hoje em dia concentra numa pequena unidade gira-discos, televisão, telefone, relógio, bússola, enciclopédias, mapas, etc.

O governante considera que o futuro está muito ligado às novas tecnologias e lembrou a aposta do Governo Regional nessa área, equipando as salas de aulas com as mais recentes inovações tecnológicas e apostando no ensino da robótica e das novas tecnologias nas aulas. E lembrou ainda que a Madeira tem grandes empresas nessa área.


Anexos

Descritores