Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Região vai criar mais Centros de Dia

Presidente do Governo Regional compromete-se com a criação de mais respostas sociais para idosos, por forma a lhes assegurar “uma boa qualidade de vida” 01-10-2019 Presidência
Região vai criar mais Centros de Dia

O Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visitou terça-feira, 1 de outubro, o recém-criado Centro de Dia de São Roque, o qual vem colmatar uma lacuna naquela freguesia do Funchal – inexistência do referido equipamento social -, permitindo, desta forma, o desenvolvimento pela Casa do Povo local de atividades de ocupação e recreação para os idosos.

“Como é que nós podemos assegurar hoje qualidade de vida às pessoas mais velhas?”, disse Miguel Albuquerque, ao se centrar no objeto – resposta social para idosos – da sua visita.

“Desde logo proporcionando-lhes espaços como este, onde podem conviver. Podem interagir. No futuro, nós temos que ter mais espaços como este e disponibilizar mais apoios aos idosos.

Este é mais um espaço onde nós estamos a dar uma resposta parcial para este grande desafio que enfrentamos, mas que, simultaneamente, é uma bênção. O envelhecimento não é uma tragédia. O envelhecimento é uma bênção. E nós temos de ter capacidade para assegurar que os nossos cada vez mais numerosos experientes – não vou dizer velhos – têm condições para ter uma boa qualidade de vida”, continuou.

Referir que a criação do novo Centro de Dia implicou investimento do Governo Regional na adaptação de um edifício com 29 anos, por forma diversas deficiências.

No novo equipamento social, com capacidade para 50 utentes, desenvolver-se-ão atividades de estimulação cognitiva, treino de competências, exercício físico e cuidados pessoais e de saúde, entre outros.

A par da obra de adaptação – 120 mil euros –, o Governo Regional, através do Instituto de Segurança Social da Madeira, assegurou encargos a nível da aquisição de equipamentos – mobiliário e material diverso – e uma viatura indispensável ao funcionamento da nova resposta social dirigida à população idosa da freguesia de São Roque.


Anexos

Descritores