Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Aumento de casos no Continente decorre da falta de controlo das autoridades sanitárias

Presidente do Governo afiança que a Região teria hoje uma situação caótica caso o seu Executivo, ao contrário do da República, não tivesse adotado medidas de controlo nos aeroportos da Madeira e Porto Santo 24-06-2020 Presidência
Aumento de casos no Continente decorre da falta de controlo das autoridades sanitárias “Em política as coisas não acontecem por milagre”, salientou esta quarta-feira, 24 de junho, o Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, à margem da visita realizada à obra de recuperação da Levada do Mouro, no Paul da Serra.

“Ou se tomam as decisões certas ou então temos as consequências. Como não foram tomadas e andaram a fingir, temos as consequências”, continuou o líder do Executivo numa alusão direta ao aumento do número de casos positivos à COVID-19 em território continental.

O Chefe do Governo indicou que a situação que se vem agravando de dia para dia decorre de falhas operacionais e de medidas, nomeadamente a ausência de controlo nos aeroportos nacionais.

Miguel Albuquerque vaticinou que se a Região, ao contrário do Continente, não tivesse adotado as devidas medidas de controlo nos aeroportos da Madeira e Porto Santo, aquando do desembarque de passageiros, teríamos uma situação caótica.

Anexos

Descritores