Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque garante Madeira a continuar a desenvolver-se

A Madeira vai continuar a desenvolver-se, na senda do que vem fazendo nos últimos anos em contraponto à pré-Autonomia. 16-09-2020 Presidência
Albuquerque garante Madeira a continuar a desenvolver-se

O presidente do Governo Regional garantiu hoje, na Calheta, que o seu Governo continuará a trabalhar e a levar a Madeira no sentido do seu desenvolvimento integral.

«Há quem pense que o desenvolvimento é algo abstrato. Não! O desenvolvimento é algo, como as pessoas da Ciência sabem, mensurável. Os índices de saúde de uma população são mensuráveis, a esperança de vida é mensurável, o estado de saúde de cada um de nós é mensurável, a mortalidade infantil é mensurável. Portanto, o progresso é mensurável! Se nós compararmos a Madeira, mesmo com esta crise que estamos a viver, com aquilo que era há vinte ou trinta anos, os índices de desenvolvimento são todos positivos», disse.

É esse trabalho que, defendeu, «temos de continuar a fazer».

O governante lembrou ainda que a construção do centro de saúde da Calheta é uma obra da Misericórdia local, «de uma instituição notável, que prestou relevantíssimos serviços ao longo dos séculos, ao povo deste concelho».

«E é bom lembrar porque a Misericórdia da Calheta se constituiu: porque a Madeira vivia como viveu durante tantos séculos, ao abandono. Não havia médico, as pessoas eram analfabetas porque não havia escola nem professores. As pessoas viviam numa sociedade hierarquizada, com desfasamentos sociais e onde a maioria da população vivia numa pobreza extrema. O povo teve de se juntar para tratar dos seus filhos, dos seus familiares, num hospital que ele próprio construiu. Na altura, o Estado continuava, como hoje, a não ligar nenhuma à Madeira», concluiu.