Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Política do Mar em destaque nas celebrações do 10 de Junho na Madeira

A par do programa do Dia de Portugal, Miguel Albuquerque e Marcelo Rebelo de Sousa abordaram temas como a Lei de Finanças Regionais. Presidente do Governo quer equidade, razoabilidade e previsibilidade nas relações entre o Estado e a região autónoma 03-05-2021 Presidência
Política do Mar em destaque nas celebrações do 10 de Junho na Madeira

O programa oficial de celebrações do 10 de Junho na Região Autónoma da Madeira, assim como um conjunto de reivindicações da Região junto da República fizeram parte da agenda do encontro entre o Presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O Chefe do Governo adiantou que o programa do 10 de Junho contemplará um encontro, a 8 de junho, com agentes fundamentais da política do mar, tendo, em vista a sua auscultação – empresas de vanguarda ligadas às tecnologias de exploração do mar e à exploração de produtos e subprodutos para fins farmacêuticos e cosméticos – em torno de questões relativas a esta área estratégica, decisiva para o futuro do país.

“Vamos fazer aqui, com a presença do Senhor Presidente da República, um apanhado dos desafios que temos pela frente, incluindo aquilo que temos de mobilizar, em termos de recursos nacionais, para uma aposta decisiva no século XXI, nesta área”, disse o líder do Executivo madeirense.

Miguel Albuquerque anunciou igualmente a celebração de um protocolo entre o Governo Regional, as Forças Armadas, a ARDITI e a Universidade da Madeira para o desenvolvimento de veículos aéreos, aquáticos e subaquáticos, no quadro da exploração do mar.

Paralelamente, no que concerne às reivindicações da Madeira, o líder do Executivo madeirense abordou, junto do Presidente da República, diplomas que se encontram em análise na Assembleia Legislativa da Madeira, designadamente a Lei das Finanças Regionais, procurando, nesse quadro, consensualizar esta importante matéria, com o objetivo de a Região assegurar a equidade, razoabilidade e previsibilidade nas transferências do Estado.

A majoração das transferências para as universidades da Madeira e dos Açores foi também um assunto abordado no encontro, que teve lugar na Quinta Vigia, no âmbito da visita de Marcelo Rebelo de Sousa à Madeira.