Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Albuquerque satisfeito com produção de diamantes artificiais na Região

Miguel Albuquerque enalteceu hoje o projeto da empresa MDT, sedeada na Zona Franca da Madeira, que aposta na produção de diamantes artificiais para uso nas novas tecnologias, na medicina, na joalharia e na indústria aeroespacial. 06-01-2021 Presidência
Albuquerque satisfeito com produção de diamantes artificiais na Região

O presidente do Governo Regional, acompanhado pelo secretário de Economia, Rui Barreto, visitou, nesta tarde de quarta-feira, as instalações da empresa, tendo sublinhado ter ficado muito satisfeito com o que viu, enaltecendo que só existem seis empresas do género no mundo na feitura de diamantes artificiais. «É uma indústria de vanguarda e é importante estar na Madeira», adiantou.

O líder madeirense acrescentou que a Região vai apoiar este projeto, quer no presente quer no futuro.

«É investimento que já está realizado de três milhões de euros. Visa produção de diamantes artificiais, que permite substituir a formação de diamantes naturais», frisou.

Miguel Albuquerque lembrou ainda que o empresário arménio, Samuel Vartanean, vive cá há 20 anos e a empresa tem muitos colaboradores formados na Região. «Houve três anos de experimentação e agora está tudo pronto para avançar para a produção», acentuou.

O governante salientou ainda ser importante diversificar a nossa economia e a Região ter sobretudo, no seu território, indústrias de ponta, de futuro, ligadas às novas tecnologias.


Anexos

Descritores