Porto Santo candidato a Reserva da Biosfera

Este projeto também reduzirá consideravelmente os riscos ambientais e a perda da diversidade biológica, geodiversidade e de variabilidade genética. 09-01-2018 Ambiente e Recursos Naturais
Porto Santo candidato a Reserva da Biosfera A ilha do Porto Santo prepara-se para avançar com uma candidatura a Reserva da Biosfera, estatuto atribuído pela UNESCO. Trata-se de um projeto que visa transformar a ilha dourada num verdadeiro “laboratório vivo” de desenvolvimento sustentável e pólo dinamizador de uma economia verde, que resultará na melhoria do bem-estar da população e eficiência dos recursos naturais. Este projeto também reduzirá consideravelmente os riscos ambientais e a perda da diversidade biológica, geodiversidade e de variabilidade genética.

Susana Parada, Secretária Regional do Ambiente e Recursos Naturais, entende que, este estatuto de Reserva da Biosfera, é um “reconhecimento internacional do trabalho desenvolvido por todos, em prol da preservação do valioso património natural e cultural da ilha do Porto Santo”. A Secretária Regional salienta ainda que o “acréscimo de notoriedade terá impactos no turismo, no progresso socio-económico e na melhoria da qualidade de vida da população” e sublinha que é com “muito empenho e entusiasmo que o Governo Regional coordena esta candidatura a mais um galardão da UNESCO, enquadrada na sua estratégia ambiental, social e económica da Região”.

A proposta de candidatura é promovida por diversas entidades, nomeadamente, a Câmara Municipal do Porto Santo, a Associação Grupo folclórico do Porto Santo, a Agência Regional de Energia e Ambiente da Região Autónoma da Madeira e o Governo Regional, através da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais, Direcção Regional para a Administração Publica do Porto Santo e Instituto das Florestas e Conservação da Natureza.

Susana Fontinha lidera a equipa de trabalho em representação da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais.