Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

"AJAMPS tem feito um trabalho exemplar"

Humberto Vasconcelos valoriza capacidade de adaptação da Associação de Jovens Agricultores da Madeira e Porto Santo 27-05-2020 Agricultura e Desenvolvimento Rural
"AJAMPS tem feito um trabalho exemplar"

O Secretário Regional de Agricultura Desenvolvimento Rural visitou hoje a Associação de Jovens Agricultores da Madeira e Porto Santo (AJAMPS), organização que está a garantir o crescente escoamento dos produtos regionais para os mercados e grandes superfícies comerciais de forma sustentada.

No Centro de Abastecimento Hortofrutícola de Santana, Humberto Vasconcelos vincou que a AJAMPS aproveitou a pandemia “para adaptar, com sucesso, a sua estrutura, melhorando as condições de trabalho e dando uma resposta muito eficaz às solicitações dos agricultores”. 

“Esta associação tem feito um trabalho exemplar, também na forma de pagamento, que é feito a tempo e horas aos agricultores, acima dos valores praticados no mercado, que ajuda e muito a aumentar o rendimento dos produtores”, sublinhou o governante, valorizando a parceria que foi estabelecida entre a Secretaria e a AJAMPS através de protocolo.

“Disponibilizámos ao longo deste tempo os funcionários dos mercados para que a Associação possa colocar os produtos nas grandes superfícies. Este modelo permitiu o escoamento de várias toneladas de produtos, com registo para o mês de abril, durante o qual foi assegurado a comercialização de quase o dobro de hortícolas e frutícolas em relação ao mês homólogo, na ordem das 30 toneladas. E neste mês de maio vamos no mesmo caminho”, realçou Humberto Vasconcelos. 

Por sua vez, o presidente da AJAMPS, Vítor Castro, salientou que a instituição está a trabalhar “com muito mais agricultores, na ordem dos 150, que se deve ao trabalho foi feito pela Secretaria Regional de Agricultura Desenvolvimento Rural, na divulgação do contacto e na disponibilização de meios técnicos, humanos e logísticos, que ajudaram de forma determinante ao escoamento dos produtos regionais”.

Para além do escoamento dos produtos para as grandes superfícies, a AJAMPS também aproveitou a oportunidade para começar a trabalhar na preparação de cabazes. “De certa forma é uma cadeia curta de comercialização, basicamente é ir do agricultor diretamente ao consumidor final, que ajuda a diminuir a pegada ecológica e facilita o escoamento dos produtos. Este conceito está a correr muito bem e a tendência é para aumentar”, assinalou o dirigente máximo da Associação de Jovens Agricultores da Madeira e Porto Santo.



Anexos

Descritores