Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de navegação. Ao navegar está a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de cookies aqui.
Pesquisar

Águas e Resíduos da Madeira já ofereceu 1200 compostores

O projeto de compostagem doméstica da Águas e Resíduos da Madeira (ARM), denominado “O Meu Composto”, visa a entrega de compostores aos clientes dos 5 municípios aderentes - Câmara de Lobos, Machico, Porto Santo, Ribeira Brava e Santana - e às instituições de utilidade pública da Região. 08-01-2020 Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas
Águas e Resíduos da Madeira já ofereceu 1200 compostores
No âmbito da estratégia de prevenção da produção de resíduos, a Águas e Resíduos da Madeira (ARM) lançou em 2018 um projeto de compostagem doméstica, com o objetivo de sensibilizar e promover a compostagem doméstica dos restos orgânicos ao nível das habitações, estabelecimentos de ensino e outras instituições, reduzindo assim a fração de orgânicos nos resíduos indiferenciados (lixo normal). 

O projeto conta já com 1210 utilizadores, dos quais 1175 são clientes domésticos da ARM e 35 instituições (como por exemplo escolas, centros comunitários, lares). 

O que se pretende é que as pessoas, nas suas casas, aproveitem os restos provenientes da preparação dos alimentos (por exemplo: cascas dos legumes e das frutas) e da limpeza de jardins e hortas (por exemplo: folhas, ramagens e aparas da relva), para produzir uma espécie de adubo, designado por composto, que permite  reintroduzir matéria orgânica nos solos.
Com esta iniciativa, explica a Secretária Regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas, Susana Prada, “a ARM caminha para a transição para uma economia circular - que promove a regeneração dos recursos, reduzindo a necessidade de extração do seu meio natural e os impactos ambientais associados - em detrimento de uma economia linear, onde se extrai, utiliza e deita fora”. 

O projeto “O Meu Composto” tem por objetivo a cedência de 2500 compostores aos utilizadores que reúnam as condições necessárias, isto é que detenham um jardim, horta ou terreno na área de atuação da ARM, ou seja: Câmara de Lobos, Machico, Porto Santo, Ribeira Brava e Santana, ou sejam uma Instituição de utilidade pública da Região.
Para se inscrever o cliente da ARM ou Instituição pode preencher um formulário simples, disponível no site www.aguasdamadeira.pt e nos balcões de atendimento da empresa.
Mais esclarecimentos sobre o projeto podem ser solicitados através de envio de e-mail para:  omeucomposto@aguasdamadeira.pt ou através de chamada para a linha cliente: 291 950 500 ou para a linha verde: 800 910 500.

O projeto contempla ainda a realização de ações de sensibilização sobre compostagem doméstica a grupos que tenham interesse, pela equipa de Educação Ambiental da ARM. Até à data foram realizadas 63 ações, sobretudo em escolas, com um total de 2468 participantes.



Anexos

Descritores