Cordofones tradicionais celebram cultura madeirense na ALRAM

Associação Xarabanda e Mário André distinguidos pelo trabalho desenvolvido. 06-02-2018 Educação
Cordofones tradicionais celebram cultura madeirense na ALRAM

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira (ALRAM), José Tranquada Gomes, e o Secretário Regional de Educação (SRE), Jorge Carvalho, juntaram-se na distinção da Associação Xarabanda, com o Prémio Carlos Santos, e do Prof. Mário André, com o Prémio Cândido Drumond de Vasconcelos, pelo trabalho desenvolvido enquanto promotor e intérprete dos cordofones tradicionais madeirenses, respetivamente.

 
As distinções ocorreram no derradeiro dia do “aCORDE” (2 de fevereiro), iniciativa que decorreu no Salão Nobre da ALRAM, na semana transata, dedicada àquele típico instrumento regional. Na oportunidade, Jorge Carvalho elogiou a forma como os professores se dedicam ao projeto dos cordofones. «Partilhar o saber é algo de extraordinário e personificado no professor, mas fazê-lo com paixão e conhecimento é a verdadeira arte de ensinar. Aqui estão os professores e os investigadores, aqui está um projeto ganhador», relevou o governante com a pasta da Educação, sublinhando a importância das tradições.
 
«Uma sociedade que perde o sentido das suas raízes irá descaracterizar-se a qualquer momento. A implementação dos cordofones nas nossas escolas, com dezenas de professores e milhares de alunos envolvidos, é a garantia que este nosso património irá perdurar nas próximas gerações», confiou Jorge Carvalho.
 
José Tranquada Gomes realçou o contributo dado pela ALRAM na consolidação das tradições madeirenses. «Interessa relevar o esforço do Governo Regional, dos professores e dos alunos em preservar esta nossa marca cultural. Essa é uma responsabilidade também da ALRAM porque aqui não se trata apenas de política, também abrimos este espaço, que é de todos, à cultura. A cultura é a nossa alma e, assim sendo, temos todos o dever de cuidar bem dela», concretizou o Presidente da ALRAM.