Conservatório na pauta da formação integral

Oferta artística determinante no sistema educativo regional. 20-09-2018 Educação
Conservatório na pauta da formação integral O Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira - Eng.º Luiz Peter Clode deu início, quarta-feira (19 de setembro), ao ano letivo 2018/2019. Com cerca de 1250 alunos, distribuídos pelo Funchal e pelos núcleos da Calheta, da Ponta do Sol, da Ribeira Brava, de Câmara de Lobos, da Camacha, do Caniço e de Machico, e sob a batuta de 120 docentes, o Conservatório constitui oferta importante do modelo educativo regional, conforme relevou o Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, que marcou presença no arranque das aulas.
 
«Trata-se de formação nas diferentes vertentes artísticas, desde o canto à dança, da música ao teatro, numa oferta diversificada e dispersa pela região. Algumas das aulas ocorrem de forma articulada, ou seja, os alunos têm a componente curricular normal nas escolas e aqui no Conservatório toda a componente artística. Acreditamos que a formação do indivíduo é integral e as artes devem estar presentes. Estamos a educar para o desempenho e também para a formação de um público, cada vez mais exigente ao nível qualitativo», sublinhou o governante com a tutela da Educação, realçando a qualidade do ensino com o facto de grande parte das aulas ser individualizado.
 
Na verdade, as estatísticas mostram que 95% dos estudantes que terminam os cursos profissionais de instrumento, de teatro e de dança, prosseguem estudos nas cerca de cem licenciaturas a que têm acesso. Nos últimos anos letivos, para além do ensino superior nacional, alguns dos alunos do Conservatório ingressaram em universidades estrangeiras, na Suíça, na Áustria, na Itália, na Holanda, na Alemanha e na Inglaterra.