Tecnologia apela a Ambientes Inovadores de Aprendizagem

Jorge Carvalho releva a importância da formação de uma sociedade futuramente tecnológica. 12-01-2018 Educação
Tecnologia apela a Ambientes Inovadores de Aprendizagem

«As Tecnologias Educativas, a Programação e as Ciências da Computação, no enquadramento com os contextos educativos, são um suporte ao desenvolvimento do pensamento computacional e do raciocínio lógico.»

Esta foi a mensagem do Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, transmitida na sessão de abertura do I Encontro “Os Ambientes Inovadores de Aprendizagem” (AIA), que teve lugar no Auditório Padre Mário Casagrande, na Escola da APEL.

 

Para o governante, as aprendizagens inovadoras na Educação são imprescindíveis para que as crianças e jovens que se encontram em processo de formação se consciencializem e conheçam as diferentes abordagens e potencialidades proporcionadas pela inovação tecnológica.

 

«As atividades realizadas e dinamizadas neste âmbito são um contributo para desenvolver a capacidade dos alunos de resolverem problemas e compreenderem como as tecnologias funcionam, no fundo, preparando-os para uma sociedade futuramente tecnológica», perspetivou Jorge Carvalho, enquadrando os AIA como «espaços de inovação e tecnologia, para professores e alunos, propícios à utilização de novas metodologias, criativas e motivadoras».

 

Neste contexto, 38 escolas estão envolvidas no projeto “Capacitar a Aprendizagem Promovendo Estratégias de Robótica, Realidade Aumentada/ Virtual e Impressão 3D” (Cap3r), seis realizam atividade na área da impressão 3D. Há possibilidade de as escolas, caso pretendam dinamizar ações, requisitarem um conjunto de equipamentos tecnológicos, incluindo 60 robôs, estando a área da Realidade Aumentada/Virtual em fase de implementação em dois estabelecimentos de ensino, graças à aquisição de 50 óculos.