Diagnóstico é essencial na tomada de decisões

Boas práticas das escolas partilhadas visando o sucesso dos alunos. 23-02-2018 Educação
Diagnóstico é essencial na tomada de decisões O Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho, participou na primeira de três sessões de “Partilha de Boas Práticas”, realizada sexta-feira (23 de fevereiro), na ES Jaime Moniz, no âmbito do Referencial Comum de Avaliação de Escolas.

O governante considerou que aquelas “boas práticas” estão perfeitamente enquadradas nos princípios que norteiam o processo formativo na Região Autónoma da Madeira. «Não é um modelo fechado. Entendemos que cada contexto escolar necessita de uma resposta e essa resposta será tanto melhor quanto melhor for o diagnóstico. Só com uma base sólida será possível definir o projeto educativo que cada escola deve seguir, de forma a cumprir com o princípio que a sociedade acredita que é capaz de alcançar, que é o de preparar os jovens para os desafios futuros», explicou Jorge Carvalho, considerando as boas práticas um fator de economia. «Quando temos um sistema organizado e procedimentos esclarecidos, tornamo-nos mais eficientes e eficazes.»

Para o Secretário Regional, a educação, que conduz ao conhecimento, a autonomia, que concede os poderes de decisão, intervenção e opção, e a auto-avaliação, que permite o auto-conhecimento, são os três vértices conducentes ao sucesso. «Este triângulo é determinante para que possamos formar e transformar os nossos jovens. É fundamental termos alicerces bem sustentados das práticas do passado, senão será difícil perspetivarmos a nossa intervenção no presente para preparar aqueles que mais tarde assumirão papéis e funções na sociedade», concretizou.